Mapa do sítio  |  Contactos  
    
Início          Sobre a ANG          Internacional          Desporto          Cultura          Galeria Domingo, 22 de Setembro de 2019
Todas as categorias
Destaques
Política
Economia
Saúde
Justiça
Agricultura
Ambiente
Infra-estruturas
Comunicações
Turismo
Cultura
Desporto
Regiões
Lusofonia
Cedeao
Internacional
Arquivo
Cooperação
Ensino
Religião
Anuncios
Tecnologia
Sociedade
Transportes


Futebol/Mundial 2022/ Guiné-Bissau qualificada para fase de grupo

2019-09-11

(ANG) – A Selecção Nacional de Futebol da Guiné-Bissau, recebeu e derrotou em casa na terça-feira a sua congénere de São Tomé e Príncipe por 2-1, no segundo encontro da pré-eliminatória para a próxima Copa do Mundo que terá lugar em 2022, no “Qatar”.



Com esta vitória, a turma nacional garantiu a qualificação para a fase de grupos da eliminatória para o apuramento ao Campeonato de Mundo que será disputado no Qatar, em 2022.

A selecção nacional da Guiné-Bissau apresentou o mesmo “Onze” que já tinha enfrentado a selecção de São Tomé e Príncipe, na primeira mão da pré-eliminatória realizada em São Tomé e Príncipe, na semana passada.

Os Djurtus alinharam na baliza, Jonas Mendes, no quarteto defensivo Nanu, Juary, Rudilson e Mamadú Candé e no centro do campo o técnico nacional Baciro Candé alinhou, Mancone, Burra, e Pelé, e os atacantes convocados foram Mama Balde, Piquete Djassi e Joseph Mendes.

Os santomenses foram os primeiros a inaugurar o marcador no minuto 12 resultado que vigorou até o fecho da primeira parte.

No segundo tempo do jogo, o seleccionador da Guiné-Bissau fez alteração na equipa, com a entrada do avançado Manconi em substituição da defesa Rudinilson, permitindo uma dinâmica a linha ofensiva dos “Djurtus” e que motivou o golo do empate aos 20 minutos da segunda parte apontado por intermédio do avançado Joseph Mendy.

A selecção nacional da Guiné-Bissau, a partir dessa altura, tomou o comando do jogo tendo chegado ao segundo golo aos 78 minutos, de novo por intermédio de Joseph Mendy, após um passe magistral de Piquete Djassi.

Em declarações à imprensa no final do jogo, o técnico dos Djurtus, Baciro Candé disse que a sua equipa está de parabéns, porque mostrou, mais uma vêz, que está a trabalhar, dia a dia, para conseguir os seus objectivos, e, por outro lado,trazer alegria ao povo guineense.

Acrescentou que, apesar de terem perdido muitos golos na primeira metade do jogo, a turma nacional acreditou até no momento em que os golos apareceram.

Questionado sobre se a Selecção Nacional de Futebol da Guiné-Bissau está preparada para disputar a próxima fase do apuramento para o Campeonato do Mundo que terá lugar em 2022 no “Qatar”, em resposta, Baciro Candé destacou que vão aguardar para mais tarde para conhecerem os seus próximos adversários do grupo, a partir dai saberão que previdências serão tomadas para enfrentá-los.

“Mas gostaria de deixar uma palavra aos senhores jornalistas, quero que todos saibam que a Guiné-Bissau já entrou na classe dos países que marcam presença no Campeonato Africano das Nações (CAN), entretanto, pode vacilar mas não com todas as equipas”, vincou.

Por seu turno, o técnico São-tomense, Adriano Eusébio, reconheceu a derrota e considerou justa a vitória da Guiné-Bissau.

Realçou por outro lado que a Guiné-Bissau apresenta uma equipa com maiores números de jogadores profissionais que actuam no futebol estrangeiro, enquanto que a maioria dos seus atletas actua no campeonato São-tomense.

“Apesar da derrota, sinto orgulhoso da minha equipa por ter marcado um golo a Guiné-Bissau, uma selecção que considero mais experiente que a nossa. Não temos que baixar a cabeça porque temos muitos trabalhos para a frente”, sustentou o técnico São-tomense.

ANG/LLA/ÂC//SG


Publicidade




©Agência de Notícias da Guiné
Telefone: 0123-456-789
Email: geral@ang.gw