Mapa do sítio  |  Contactos  
    
Início          Sobre a ANG          Internacional          Desporto          Cultura          Galeria Sexta, 17 de Novembro de 2017
Todas as categorias
Saúde
Política
Economia
Saúde
Justiça
Agricultura
Ambiente
Infra-estruturas
Comunicações
Turismo
Cultura
Desporto
Regiões
Lusofonia
Cedeao
Internacional
Arquivo
Cooperação
Ensino
Religião
Anuncios
Tecnologia
Sociedade
Transportes


Fim de ano/ Urgência do HNSM registou 66 casos de assistência médica

2016-01-04

(ANG) – Os serviços de Urgência do Hospital Nacional Simão Mendes registou entre os dias 31 de Novembro de 2015 à 1º de Janeiro do ano em curso, 66 casos de assistência médica devido a ferimentos ligeiros provocados por agressões física , e acidentes de viação, disse hoje à ANG a Enfermeira chefe do referido hospital.



De acordo com Rosolete Emília da Silva, 42 casos deram entrada nos serviços de ortopedia e pequena cirurgia, sendo 11 de agressões físicas e 13 relacionados com acidentes de viação.

“Dentre os casos de acidentes de viação temos um ingressado que sofria de uma grave fractura exposta na perna esquerda e que perdia muito sangue”, afirmou.

No entanto, considerou de positivo o balanço do final do ano, em termos de incidentes que implicam assistência medica uma vez que não se registou nenhum óbito.

Em comparação com o período natalício, esta responsável do Banco de Socorros da HNSM, disse que houve mais casos de agressão e acidentes de viações registadas durante a passagem de ano.

Aquela responsável sanitária informou igualmente que neste momento, o serviço de urgência está munido de meios materiais e medicamentos gratuitos para responder às necessidades dos pacientes diabéticos, hipertensos e casos de acidentes de viação ou agressão.

Rosolete Silva aproveitou a ocasião para pedir aos populares no sentido de se manterem mais calmas e acautelarem sobretudo durante a viagem.

Disse que não pode fazer comparação com o ano anterior porque não teve acesso aos dados de 2014.

Quanto à possíveis queixas da parte dos pacientes durante este período a enfermeira chefe do hospital Simão Mendes disse que não receberam nenhuma reclamação relativamente ao mau tratamento dos assistidos. Em Dezembro os serviços de urgência de HNSM registaram 21 casos de ferimentos.

ANG/FGS/SG


Publicidade




©Agência de Notícias da Guiné
Telefone: 0123-456-789
Email: geral@ang.gw