Mapa do sítio  |  Contactos  
    
Início          Sobre a ANG          Internacional          Desporto          Cultura          Galeria Terça, 26 de Setembro de 2017
Todas as categorias
Comunicações
Política
Economia
Saúde
Justiça
Agricultura
Ambiente
Infra-estruturas
Comunicações
Turismo
Cultura
Desporto
Regiões
Lusofonia
Cedeao
Internacional
Arquivo
Cooperação
Ensino
Religião
Anuncios
Tecnologia
Sociedade
Transportes


Media/ Presidente do CNCS destaca necessidade da criação do fundo de apoio aos órgãos da Comunicação Social

2016-01-07

(ANG) - O Presidente do Conselho Nacional da Comunicação social (CNCS) destacou quarta-feira a necessidade de criação de um fundo de apoio aos órgãos da Comunicação social por parte do governo para evitar a corrupção.



Ladislau Embassa falava na cerimónia de cumprimento de novo ano ao presidente da Assembleia Nacional Popular (ANP).

«Este ano muitos órgãos da comunicação social não cumpriram com as suas obrigações pelo que é necessário um incentivo de forma a evitar consequências negativas por parte dos jornalistas, e para preservar o dever de informar na base da liberdade de imprensa”, disse Ladislau Embassa.

Acrescentou que a comunicação social guineense deve assumir o papel de formar e informar a opinião pública na base de rigor e honestidade com o intuito de promover a paz, tranquilidade e segurança.

O presidente de CNCS sublinhou que a comunicação social, sendo a via de resolução de problemas dos interesses políticos que possam pôr em causa os valores da vida quotidiana de um povo deve merecer uma atenção especial por parte dos governantes.

Ladislau Embassa disse que a comunicação social desperta cada vez mais o interesse das cobiças na comunidade guineense e que o seu mau uso pode conduzir a instabilidade do país no seu todo.

“Existem dificuldades enormes nos órgãos da comunicação social guineense nomeadamente falta de Recursos Humanos, de meios materiais e financeiros que poderiam permitir um trabalho eficaz”, destacou o presidente de CNCS.

Disse que é necessária igualmente a regulação dos conteúdos editoriais dos órgãos de comunicação social de carácter religioso, acrescentando que eles devem cumprir com algumas regras do jornalismo porque as suas influências abrangem cada vez mais a sociedade.

Ladislau Embassa prometeu tudo fazer para assegurar o exercício da liberdade de imprensa e o direito e dever de informar a opinião pública na base das leis e regras do jornalismo. ANG/AALS/SG


Publicidade




©Agência de Notícias da Guiné
Telefone: 0123-456-789
Email: geral@ang.gw