Mapa do sítio  |  Contactos  
    
Início          Sobre a ANG          Internacional          Desporto          Cultura          Galeria Sexta, 24 de Novembro de 2017
Todas as categorias
Justiça
Política
Economia
Saúde
Justiça
Agricultura
Ambiente
Infra-estruturas
Comunicações
Turismo
Cultura
Desporto
Regiões
Lusofonia
Cedeao
Internacional
Arquivo
Cooperação
Ensino
Religião
Anuncios
Tecnologia
Sociedade
Transportes


Projecto “Bem Servir” / Ministérios da Administração Interna e Defesa rubricam acordo para defesa dos Direitos Humanos

2016-01-13

(ANG) - Os Ministérios da Administração Interna (MAI) e da Defesa Nacional, através do projecto “Bem Servir”, rubricaram hoje um acordo em que se comprometem a defender os Direitos Humanos e combater a violência das Forças de Defesa e Segurança sobre civis.



O acordo foi assinado pelo Director-geral dos Assuntos Sociais do MAI, Arafam Mané e por Abdu Cadri Indjai, Coordenador do referido projecto, tutelado pelo Ministério da Defesa.

No acto, o Director-geral dos Assuntos Sociais do MAI destacou que os jovens são motores de mudança, e a garantia de um futuro melhor para a sociedade guineense.

"Isto porque “os antigos combatentes trouxeram a independência e o poder, cabe a nova geração lutar para o desenvolvimento do país. Ao longo desse processo a nossa forma de pensar e os sucessivos sobressaltos registados adiaram muitos projectos para o desenvolvimento do nosso país”, reconheceu Arafam Mané.

Exortou os jovens a sensibilizarem as pessoas à unirem os seus esforços para o bem de todos e não pelo interesse pessoal.

O Coordenador do Projecto “Bem Servir”, Abdu Cadri Indjai disse que a assinatura de acordo encoraja -lhes a prosseguirem com as suas actividades.

"Vamos abrir uma nova porta no sector da Defesa e Segurança, que é de não violência. De líderes e servidores jovens com capacidades de analisar os problemas que muitas vezes originam sobressaltos”, prometeu.

Cadri Indjai prometeu trabalhar para acabar com os subornos no seio da classe castrense, através de informados sobre os seus direitos e deveres perante a Nação guineense.

Disse que este é o momento de cada um assumir a sua responsabilidade e de mudar a imagem da classe castrense perante o povo guineense e a comunidade internacional.

Cadri apela aos parceiros à apoiarem o projecto “Bem Servir”, porque, segundo ele, está a trabalhar para a melhoria das condições dos agentes das forças de Defesa e Segurança.

O projecto terá a duração de um ano e prevê a realização de várias actividades, entre as quais estudos, sensibilização e divulgação de problemas de segurança e defesa nacional em todos os quartéis. ANG/LPG/SG


Publicidade




©Agência de Notícias da Guiné
Telefone: 0123-456-789
Email: geral@ang.gw