Mapa do sítio  |  Contactos  
    
Início          Sobre a ANG          Internacional          Desporto          Cultura          Galeria Segunda, 17 de Dezembro de 2018
Todas as categorias
Política
Política
Economia
Saúde
Justiça
Agricultura
Ambiente
Infra-estruturas
Comunicações
Turismo
Cultura
Desporto
Regiões
Lusofonia
Cedeao
Internacional
Arquivo
Cooperação
Ensino
Religião
Anuncios
Tecnologia
Sociedade
Transportes


Crise Política/ Governo responsabiliza chefe de Estado pela crise na ANP

2016-01-21

(ANG) - O Governo da Guiné-Bissau responsabilizou quarta-feira o Presidente da República, José Mário Vaz, pelo “ clima de instabilidade” no país e da confusão provocada pelos 15 deputados contestatários na Assembleia Nacional Popular (ANP).



Num comunicado à imprensa, distribuído após a reunião do Conselho de Ministros, o executivo denunciou uma alegada intenção de deter os membros do actual governo, sem indicar por parte de quem.

Segundo o comunicado, o executivo de Carlos Correia diz ser estranho o silêncio do Presidente da República perante a crise que assola o país nos últimos dias, lembrando que José Mário Vaz é símbolo da unidade nacional e garante da paz e estabilidade.

O executivo refere ainda que o silêncio do Presidente da República pronuncia uma atitude não só de cumplicidade, mas também de apoio à uma tentativa de golpe institucional instrumentada pelos deputados expulsos do PAIGC e que, em consequência perderam os respectivos mandatos na ANP.

ANG/JD/SG


Publicidade




©Agência de Notícias da Guiné
Telefone: 0123-456-789
Email: geral@ang.gw