Mapa do sítio  |  Contactos  
    
Início          Sobre a ANG          Internacional          Desporto          Cultura          Galeria Sexta, 17 de Novembro de 2017
Todas as categorias
Economia
Política
Economia
Saúde
Justiça
Agricultura
Ambiente
Infra-estruturas
Comunicações
Turismo
Cultura
Desporto
Regiões
Lusofonia
Cedeao
Internacional
Arquivo
Cooperação
Ensino
Religião
Anuncios
Tecnologia
Sociedade
Transportes


Fórum China/CPLP/ Embaixador da China enaltece importância econômica do evento

2016-02-04

O embaixador da China no país disse esperar que o Fórum China-Países de Língua Portuguesa, a decorrer de 9 à 11 de Abril próximo, em Bissau, contribua para melhorar o desenvolvimento da economia de cada um dos países membros.



Huang Wa falava a saída de um encontro de trabalho que manteve com o Ministro da Economia e Finanças, Geraldo Martins, durante o qual debateram o estado das relações económicas e financeiras entre a Guiné-Bissau e a Republica Popular da China e forma de as desenvolver mais.

Na ocasião, disse que o evento, a primeira do género no país, irá elevar para níveis importantes as relações económicas e comerciais com os respectivos governos e o seu sector privado.

“Por se tratar de área onde o investimento é feito de forma directa aos projectos concretos e específicos, o sector empresarial é a instância que pode criar mais empregos, mais riquezas favoráveis ao melhoramento das condições de vida das populações", enumerou o diplomata chinês.

Huang Wa salientou que, pela sua importância económica e empresarial, os governos guineense, chinesa e as autoridades da Região Administrativa Especial de Macau estão interessadas em promover o encontro de Abril.

“As duas partes assim como a China através da secção de promoção nacional do comércio internacional já estão a trabalhar para o sucesso do encontro, e espero que os restantes países participantes estejam a fazer o mesmo”, afirmou.

Por sua vez, o director-geral da Promoção do Investimento Privado e coordenador do recém-criado Secretariado Técnico para preparação do encontro de empresários da China e da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), Bruno Jauad afirmou que o país pretende com este encontro atrair o investimento directo chinês para sectores chaves visando a promoção das potencialidades nacionais.

Jauad disse que a sua estrutura tem trabalhado directamente com a parte chinesa e de Macau.

Estarão presentes no encontro de Bissau as delegações oficiais e de empresários de Angola, Brasil, Cabo Verde, China, Guiné-Bissau, Macau, Moçambique, Portugal e Timor-Leste.

Vai ser a V conferência ministerial do Fórum para a Cooperação Económica e Comercial entre a China e os Países de Língua Oficial Portuguesa.

Na IV conferência decorrida entre 05 e 06 de Novembro de 2013, em Macau, as autoridades chinesas declararam, entre outros apoios, a disponibilização de cerca de 300 milhões de dólares americanos para empréstimos em condições favoráveis à países da CPLP.

O Fórum para a Cooperação Económica e Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa, também designado por Fórum Macau, foi criado em 2003 e tem como objectivo o estabelecimento de uma Cooperação Económica e Comercial entre as duas partes.

Tem a sua sede em Macau, uma região autónoma da República Popular da China, onde funciona um Secretariado Permanente que executa as decisões saídas do fórum.ANG/FGS/JAM/SG


Publicidade




©Agência de Notícias da Guiné
Telefone: 0123-456-789
Email: geral@ang.gw