Mapa do sítio  |  Contactos  
    
Início          Sobre a ANG          Internacional          Desporto          Cultura          Galeria Terça, 26 de Setembro de 2017
Todas as categorias
Economia
Política
Economia
Saúde
Justiça
Agricultura
Ambiente
Infra-estruturas
Comunicações
Turismo
Cultura
Desporto
Regiões
Lusofonia
Cedeao
Internacional
Arquivo
Cooperação
Ensino
Religião
Anuncios
Tecnologia
Sociedade
Transportes


Corte de madeira proibido

Comissäo técnica de gestäo de madeiras apreendidas denuncia incumprimentos no Leste e Sul

2015-07-15

(ANG) – A Comissão Técnica Interministerial para a Gestão da Madeira apreendida pelo governo denunciou que ainda se faz abates de àrvores nas zonas Leste e Sul do pais, não obstante a moratoria anti-corte de cinco anos instituida pelo governo.



A denuncia foi feito por Francisco Sofia da Costa, membro da comissäo e responsavel para a regiao de Oio.

Francisco Costa mostrou-se revoltado com este acto de alguns madeireiros que considera uma clara afronta à decisão do governo que proibe o abate de arvores para exploraçäo da madeira por um periodo de cinco anos .

Neste sentido, exortou ao executivo que reavalie as penalizações e adopte medidas mais severas contra os infractores, ao mesmo tempo que aconselhou aos mesmos a porem cobros a essa pratica “desorganizada e criminal”, porque as consequencias ambientais já se fazem sentir.

“Recentemente, prendemos moto-serras de pessoas que estavam a derrubar arvores na localidade de Gambiel”, no Leste, denunciou Francisco da Costa que defende o agravamento de penas contra os transgressores, nomeadamente a confiscação de todos os materias usados.

Igualmente a comissão, segundo o responsavel para região de Oio, teria descoberto uma empresa no Sul do pais que prosseguia com os cortes e cuja madeira já lhe fora confiscada devendo seguir em breve para Bissau De acordo com Fancisco Sofia da Costa, os implicados foram devidamente identificados e, em breve, deverão ser presentes à justiça para responderem pelos seus actos.

A comissão tecnica interministerial està a imprimir maior dinâmica no carregamento e transporte das madeiras confiscadas nas matas do interior para Bissau e aponta o fim do mês em curso como tempo limite para concluir a operação.

“A operação decorre simultaneamente em todos os locais em que a madeira foi identificada pela comissão no territorio nacional”, disse a concluir o responsavel da comissão para a região de OIO.

ANG/JAM/SG


Publicidade




©Agência de Notícias da Guiné
Telefone: 0123-456-789
Email: geral@ang.gw