Mapa do sítio  |  Contactos  
    
Início          Sobre a ANG          Internacional          Desporto          Cultura          Galeria Quinta, 23 de Novembro de 2017
Todas as categorias
Economia
Política
Economia
Saúde
Justiça
Agricultura
Ambiente
Infra-estruturas
Comunicações
Turismo
Cultura
Desporto
Regiões
Lusofonia
Cedeao
Internacional
Arquivo
Cooperação
Ensino
Religião
Anuncios
Tecnologia
Sociedade
Transportes


FAAPA/Economia e Finanças/ Representantes de 16 agências de notícias em formação em Rabat

2016-02-23

(ANG) – Jornalistas das agências de notícias de 16 países africanos participam desde segunda-feira em Rabat, Marrocos numa formação sobre o jornalismo económico e financeiro promovida pela Federação Atlântica das Agências de Noticias Africanas(FAAPA) .



Organizado pelo Centro Africano de Formação dos Jornalistas , uma instituição da FAAPA, o evento que decorre até sexta-feira vai abordar temas como "Importância do jornalismo económico", "Jornalismo económico na era digital" e "jornalismo financeiro: exemplo de informaçäo financeira".

"Fontes e credibilidade das informações", "como a imprensa pode explicar a economia de maneira simples", entre outros constam ainda do rol dos assuntos em destaque ao longo dos cinco dias do seminário.

Na sessão de abertura , Khalil Hachimi Idrissi, Director-geral da Agência Marroquina de Noticias (MAP) e presidente da FAAPA, realçou que o evento pretende oferecer aos participantes tecnicas e conhecimentos sobre como abordar ao público assuntos económicos e financeiros de forma simples e clara .

"Antes de reportar, o jornalista deve compreender muito bem a informação que possui em mãos e trata-las de forma simples e clara para que seja acessível ao público", explicou Khalil Idrissi que acrescenta que, para isso, o jornalista não precisa ser um expert de economia, pois essa profissão, de uma maneira geral, é generalista.

De acordo com o Director -geral da AMAP, as informações económicas bem tratadas pelo jornalista acabam sempre por interessar ao público, sobretudo quando o conteúdo da mensagem se torna simples e clara.

"De contrário, estaremos longe do objectivo principal que é de animar a vida pública, económica e, principalmente, económica e financeira do pais"., sublinhou encorajando aos participantes a aproveitarem no máximo os ensinamentos ministrados por "formadores inteiramente africanos", como fez questão de frisar.

A FAAPA foi criada em 2014 em Casablanca, Marrocos e tem por objectivo transformar-se no maior pólo de informação sobre África ao nível continental e numa plataforma de capacitação das agências de noticias para estarem aptas a fazer face aos desafios que a mundialização impôs ao continente.

Conta actualmente com 19 membros efectivos, mas nove outras agências já manifestaram o interesse de aderir à organização.

José Augusto Mendonça, enviado especial da ANG à Marrocos


Publicidade




©Agência de Notícias da Guiné
Telefone: 0123-456-789
Email: geral@ang.gw