Select Page

Politica/Partido Papes e Luz firmam  acordo de colaboração política

Politica/Partido Papes e Luz firmam  acordo de colaboração política

(ANG) – O Partido Africano para Paz e Estabilidade Social (Papes) e o Partido Luz da Guiné-Bissau (PLGB), assinaram hoje um acordo de colaboração política com o objectivo de fortalecer as relações institucionais e aprofundar a comunicação estratégica entre as duas formações políticas.

O documento assinado pelos respectivos Presidentes, Malam Sissé e Lesmes Mutna  Monteiro indica  que as duas formações politicas vão, doravante,  trabalhar juntos na possibilidade de criação de uma aliança política para os próximos desafios eleitorais, fiscalizar, numa dinâmica extraparlamentar, a acção de todos os orgãos do Estado, de forma construtiva, responsável e objectiva, em prol do bem estar do povo guineense.

Na sua intervenção após a assinatura do referido documento, o líder do PLGB, Lesmes Monteiro disse que o momento representa uma nova fase na história política guineense e que está-se a provar que é possível unir, mesmo partindo de principios diferentes.

Lesmes Monteiro disse ser importante demonstrar  que é possivel andar juntos, frisando que isolado nenhum partido ou instituição poderá desenvolver o país.

“Ou seja se o desenvolvimento é um processo será necessário a inteligência e energia de todos unindos”, disse.

Monteiro disse que, o objectivo passa pela defesa dos interesses do país ,contribuindo no seu desenvolvimento com a visão que, segundo diz, acham que é melhor, salientando que, hoje estão mais fortes uma vez que agora quem mexer com o partido Luz está-se a meter automaticamente com Papes e vice-Versa.

Por seu turno, o líder do Papes, Malam Cissé considerou que o dia é de começo de uma revolução para transformar a Guiné-Bissau, e declara que o seu partido é a favor da paz e da estabilidade social.

Para o politico está-se a testemunhar um acto que segundo ele, pode ser útil tal como o  legado de Amilcar Cabral,  que  uniu os jovens guineenses para libertar o país.

O acordo  assinado será dirigido pela cúpula dos líderes e acompanhada por uma estrutura de seguimento com uma duração indeterminada, e em vigor a partir da data de sua assinatura.

As decisões, no âmbito deste acordo deverão ser tomadas por unanimidade, e a iniciativa está aberta  à outras formações politicas que desejarem integrar, de  forma livre,respeitando as linhas gerais e os princípios consignados no acordo.

Os dois partidos participaram nas ultimas eleições legislativas, realizadas em Junho último mas não conquistaram nenhum mandato.ANG/MSCÂC//SG

About The Author

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Publicidade

Videos Recentes

Loading...

Siga-nos

Maio 2024
D S T Q Q S S
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031