Select Page

Guiné-Bissau Digital/Conferencistas recomendam  elaboração da Estratégia Nacional de Transformação Digital do país

Guiné-Bissau Digital/Conferencistas recomendam  elaboração da Estratégia Nacional de Transformação Digital do país

(ANG) – Os participantes na Conferência Internacional sobre a Transformação Digital no país recomendaram, entre outras, a elaboração de uma  Estratégia Nacional de Transformação Digital do pais.

O impulso na transformação energética do país , a criação de um Quadro  Legal em matéria  da Ciber-Segurança, criação de uma  Unidade de Gestão da mudança de transformação digital, criação do Centro Nacional de Proteção de Dados pessoais  para a defesa da soberania digital do país foram outras recomendações feitas no fim dos trabalhos da conferência.

Ao presidir, quinta-feira, a cerimónia de encerramento da Conferência Internacional sobre a Transformação Digital no país, intitulada “Guiné-Bissau Digital”,o Primeiro-Ministro Rui Duarte  Barros sublinhou que o Governo guineense é obrigado a criar estratégias para impulsionar a imperativa transformação digital.

O Chefe do Executivo guineense afirmou que não há como ignorar que  as Tecnologias de Informação e de Comunicação (TIC), desempenham um papel destacável no desenvolvimento económico e social das Nações, transformando em instrumentos incontornáveis na produção, inovação, na competitividade e na dinamização da sociedade.

 “Esta Conferência marca o inicio de uma jornada promissora na esperada caminhada para a digitalização, e representa o ponto inaugural para este  desafio que  nos interpela. Devemos estar todos mobilizados nesta a mudança, uma vez que vivemos num mundo cada vez mais globalizado e digitalizado”, disse.

Barros diz  acreditar que a transformação digital irá adotar a Guiné-Bissau de instrumentos básicos para alcançar um progresso sustentável e inclusiva, realçando que a mudança digital, não é uma ideia para o futuro, uma vez que já está a acontecer  e a tecnologia está a tornar-se um elemento central dos negócios.

O governante afirmou que o encontro de Bissau que decorreu de 11 à 13 do mês em curso é um forte compromisso do Governo que lidera de trabalhar com os seus parceiros nacionais e internacionais, de modo a potenciar sinergias e acelerar a adoção de soluções digitais inováveis no país, mantendo as empresas competitivas no cenário atual.

Segundo Rui de Barros, isso passa pela criação de condições, desde as infraestruturas, uma boa rede de internet, corrente elétrica, internet grátis e acessível à toda a população .

“Para que isso for exequível contamos com a disponibilidade e o firme engajamento da Comunidade Internacional e do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD)”, frisou.

Aua Djalo, uma das participantes no evento disse que o encontro de três dias foi muito produtivo, tendo afirmado que agora resta traduzir os conhecimentos adquiridos na prática para que a Guiné-Bissau possa andar junto com outras Nações nesse mundo digital.

Durante a conferência os participantes debateram, entre outros assuntos, os desafios e oportunidades da digitalização na Guiné-Bissau, para aumentar a eficiência e a transparência na administração pública e a utilização de ferramentas digitais para diminuir as disparidades socioeconómicas e aumentar o nível de vida dos cidadãos.

A Conferência Internacional sobre a Transformação Digital foi organizada pelo Governo da Guiné-Bissau com o apoio do PNUD, Embaixada de Cabo-Verde, África de Sul e da República Federativa da Nigéria. ANG/MSC/ÂC//SG

About The Author

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Publicidade

Anúncio – Participe do FGI

Videos Recentes

Loading...

Siga-nos

Julho 2024
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031