Select Page

Nova presidente do Sindicato de Base da RDN promete firmeza e determinação na luta e defesa dos trabalhadores

Nova presidente do Sindicato de Base da RDN promete firmeza e determinação na luta e defesa dos trabalhadores

(ANG) – A nova Presidente do Sindicato de Base dos trabalhadores da  Rádiodifusão Nacional(RDN)  eleita para os próximos quatro anos, prometeu firmeza e determinação na luta e  defesa dos trabalhadores.

A promessa de Filomena Isabel Gomes Tavares aconteceu na sua tomada de posse na quinta-feira.

Disse que o órgão se confrontou com  sucessivas nomeações dos diretores-gerais pelos sucessivos governos, sem que estes reunissem  condições legais e morais para exercer o cargo.

Filomeno Tavares recomenda aos  trabalhadores  maior empenho com vista a salvar a RDN, combater a precaridade laboral conduzida pela má gestão e incapacidades de que RDN fora submetida  ao longo dos últimos 20 anos.

Por sua vez, o Presidente do Sindicato Nacional  dos Profissionais dos Órgãos da Comunicação Social (SINPOPCUS), Domingos José Gomes disse que a “singela cerimónia” devia acontecer nas instalações da RDN, mas que foram impedidos de as usar e não diz por quem.

Domingos José  Gomes acrescentou  que o sindicalismo é um ato de voluntariado é para as pessoas entregarem para o benefício da sociedade , daí a necessidade de todos se juntaram para a defesa da mesma causa.

Acrescentou  que o sindicato e o patronado são parceiros, e diz que nunca a direção sindical pode depender do patronado.

Para a presidente do Sindicato dos Jornalistas e Técnicos da Comunicação Social(SINJOTECS), Indira Correia Baldé o facto de a  cerimónia de posse não poder ter lugar nas instalações da RDN mas sim na Casa dos Direitos demonstra a existência de anarquia e o quão é duro exercer o jornalismo na Guiné-Bissau.

Indira Correia Baldé apelou à  todos os profissionais da Comunicação Social para reforçarem a luta para a liberdade de expressão.

Baldé disse que o sindicato não é inimigo de ninguém, mas sim parceiro,   e solicitou a comparência da atual ministra da Comunicação Social nos atos dos sindicatos, e aconselhou-a a empenhar-se na resolução da situação do Estatuto Remuneratório e a Lei da Carteira Profissional que estão nas gavetas, há anos, e que até ao momento não foram aprovados por conta da política e de os que entendem que vão ficar de fora.


Filomena Tavares foi eleita em Dezembro do ano passado, com 37 votos a favor, no congresso extraordinário do Comité Sindical dos  trabalhadores da RDN. O seu adversário nessa corrida, Bacar Tcherno Dole não angariou mais de dois votos. ANG/JD/ÂC//SG

About The Author

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Publicidade

Anúncio – Participe do FGI

Videos Recentes

Loading...

Siga-nos

Julho 2024
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031