Select Page

Julgamento do 𝗖𝗮𝘀𝗼 𝗱𝗲 𝟲 𝗯𝗶𝗹𝗵õ𝗲𝘀 𝗱𝗲 𝗳𝗰𝗳𝗮 adiado “sine die”

Julgamento do 𝗖𝗮𝘀𝗼 𝗱𝗲 𝟲 𝗯𝗶𝗹𝗵õ𝗲𝘀 𝗱𝗲 𝗳𝗰𝗳𝗮 adiado “sine die”

(ANG) – O julgamento do antigo ministro da Economia e Finanças, Suleimane Seide e o ex-secretário de Estado do Tesouro, Antônio Monteiro, acusados de corrupção, que devia iniciar hoje no Tribunal de Relação no Palácio da Justiça, foi adiado para uma data a indicar.

Segundo a Rádio Jovem, o adiamento se deve , a apreciação pelo Supremo Tribunal de Justiça, nas vestes de Tribunal Constitucional, das alegações apresentadas pelo Coletivo de advogados dos acusados, segundo as quais  o Gabinete de Luta Contra Corrupção e Delitos Económicos não tem competência de iniciar  o processo dos dois suspeitos para depois remeté-lo ao Ministério Público, através do Tribunal de Relação.

Os advogados de Suleimane Seidi e António Monteiro  entraram com um processo denominado “incidente de inconstitucionalidade” que agora será analisado pelo Supremo Tribunal de Justiça.

Os dois foram acusados da prática, em co-autoria, dos crimes de abuso de poder, violação de normas de execução orçamental, peculato e fraude fiscal, tendo António Monteiro sido ainda acusado, de forma isolada, do crime de participação económica em negócio.

Em causa está a contração de um empréstimo bancário no valor de seis biliões de fcfa  para pagamento de dívidas do Estado a 11 empresários.

O caso iria a  julgamento pouco mais de três meses passados da detenção dos dois governantes, que se encontram em prisão preventiva desde a noite de 30 de Novembro de 2023. ANG/RJ

About The Author

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Publicidade

Videos Recentes

Loading...

Siga-nos

Abril 2024
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930