Select Page

Caso seis biliões/Ministério Público desencadea operação de busca ao  Ministério das Finanças  e sede principal de BAO

Caso seis biliões/Ministério Público desencadea operação de busca ao  Ministério das Finanças  e sede principal de BAO

(ANG) – O Ministério Público desencadeou na semena passada uma operação de busca e apreensão no Ministério de Economia e Finanças e na sede principal do Banco da África Oficial (BAO), no âmbito do pedido de emprèstimo de seis biliões por parte do Governo para liquidar a dívida junto de alguns credores.

 “Do resultado da operação do Ministério Público, decorrente da operação de busca e apreensão junto do BAO e da Direção Geral  do Tesouro e do Serviço de Dívidas Internas do Ministério das Finanças, foi apurado que constam o cativo das contas do Tesouro Público e das empresas em causa e ainda apreensão de vários documentos para averiguação e passíveis de indícios de práticas de crimes”, informou a Capital FM.

De acordo com o mencionado órgão público de informação, um alto funcionário do Ministério da Economia e Finanças afirmou que, não houve alguma irregularidade quanto a operação do Governo e que precisou que “é um procedimento normal”. Tendo sustentado que, as empresas que vão ser pagas, já foram auditadas antes pelo Tribunal de Contas.

“Os últimos Ministros das Finanças que passaram por aqui, nomeadamente Ilídio Vieira Té e Aladje Mamadu Fadia, fizeram operação igual em diferentes contextos, porque, isso trata-se de uma exigência do Fundo Monitário Internacional (FMI) para que o Governo guineense retire do BAO como o principal acionista até o final do ano”, contou o mencionado funcionário do Ministério da Economia e Finanças.

Sustentou que na perspectiva de Governo retirar do BAO como principal acionista é que um Banco da Mauritânia decidiu comprar as acções do Executivo no mesmo Banco, sob a condição do pagamento de todas as dívidas por parte do Governo  aos terceiros.

O ministro da Economia e Finanças  pediu financiamento ao BAO recentemente um montante de seis biliões de francos CFA para pagamento das dívidas dos seguintes credores: Marisqueira de Safim, Emiliano Nosoline Reis, Connecting SARL, Hôtel Império, Emidio Carlos Alves, Comacodi Contruções, pela Star General Trading SARL, CR TRADIND, Vicente Fernandes, Grupo ACD, FORSBAN TRADIN GUIBIS e Saldo Devedor das Empresas e Instituições Públicas. ANG/AALS/ÂC

About The Author

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Publicidade

Videos Recentes

Loading...

Siga-nos

Fevereiro 2024
D S T Q Q S S
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
2526272829