Select Page

”Governo deve tirar proveito do Arquipélago dos Bijagós como um dos maiores destinos turísticos do mundo”, diz Adelino da Kosta

”Governo deve tirar proveito do Arquipélago dos Bijagós como um dos maiores destinos turísticos do mundo”, diz Adelino da Kosta

(ANG) – O Presidente dos Operadores do sector privado da região de Bolama Bijagós, Adelino da Kosta defende que o Governo deve fazer tudo no sentido de tirar proveito do Arquipélago dos Bijagós, enquanto destino turístico do mundo.

Em entrevista exclusiva concedida hoje à ANG, o igualmente proprietário do  empreendimento hoteleiro “Dakosta Eco Retreat”situado na povoação de Bruce, setor de Bubaque, disse que, eles os operadores turísticos já estão a fazer o “eco”, faltando o Executivo cumprir a sua parte.

“Por isso, exorto as autoridades competentes a iniciarem a sua atuação de forma muito directa e simples, de forma a tirar  proveito da identificação  do Arquipélago de Bijagós como um dos maiores destinos turíscos do mundo”, disse.

A título de exemplo, Adelino da Kosta destacou como um dos estrangulamentos para os turistas que vão para as Ilhas de Bijagós, o estacionamento de um navio avariado, há muito tempo, junto ao Porto de Bissau, frisando que devia ser removido para a sucata.

Aquele responsável lamentou ainda a degradação da estrada que liga Bubaque à Bruce, numa distância de 21 quilómetros, para se chegar à uma das melhores praias da sub-região,  frequentado pelos turistam para ver  a natureza e o pôr-de-sol, entre outras atrações.

“Para se chegar à esta localidade, os turistas levam cerca de uma hora, devido as más condições da estrada, depois de um percurso de quatro horas de tempo de barco entre Bissau e Bubaque”, disse.

Da Kosta criticou ainda as tarifas praticadas para aluguer de vedetas aos turistas, considerando-as de  exageradas. As vedetas para as ilhas são alugadas por  350.000, fcfa.

“São coisas simples que devem ser melhoradas de forma a incentivar a vinda de turistas para o país”, frisou.

Como solução, aquele responsável disse que o Governo deve criar mecanismos para que os operadores turísticos disponham de  vedetas privadas e  facilitar na aquisição de combustíveis num preço acessível.

“Queremos ver reabilitada a estrada que liga Bubaque à Bruce, mesmo que seja apenas pavimentada em terra batida com areia vermelha, porque isso representa o sangue dos nossos antepassado.Isso pode atrair os turistas, e evitar que se percorra uma  distância de 21 quilómetros numa hora”, afirmou.

Adelino da Kosta criticou ainda a falta de infraestruturas de comunicação, nomeadamente redes telefónicas e internet na referida localidade, muito frequentada pelos turístas.

“Estou a falar de um dos elementos fundamentais de segurança, não só dos turistas, como dos cidadãos nacionais que preferem passar fins de semanas nas ilhas e que ficam incomunicável com o resto do país”, referiu. ANG/ÂC//SG

About The Author

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Publicidade

Videos Recentes

Loading...

Siga-nos

Abril 2024
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930