Select Page

Presidente da Juventude de Renovação Social(JRS) convida jovens para refletirem sobre momento politico do país

Presidente da Juventude de Renovação Social(JRS) convida jovens para refletirem sobre momento politico do país

(ANG) – O  Presidente da Juventude do Partido da Renovação Social(JRS) advertiu, segunda-feira, que  Estado guineense reconhece os direitos fundamentais que asseguram tanto a participação do povo na escolha dos seu representantes, como também o direito de protestar contra  alguém que esteja  a pôr em causa esses direitos.

Franco Ialá falava na cerimónia comemorativa do Dia da Juventude do PRS, que decorreu sob o lema: “Resistência da JRS para afirmação da Democracia na Guiné-Bissau”, marcada com  empossamento dos Presidentes Regionais de Juventude.

Acrescentou que é nesse contexto que os jovens do PRS  participaram numa marcha pacifica no dia 24 de junho 2005, ao lado dos dirigentes,  contra presumíveis  eleições fraudulentas, e que culminou na morte de alguns jovens.

Ialá disse que essa data   não pode ser esquecida, por representar um marco memorável no país, que nesse dia  absorveu o sangue daqueles que decidiram  exigir a justiça e democracia.

Franco Ialá  afirmou ainda que a juventude do PRS não pode esquecer que “os atos bárbaros nunca estiveram tão distantes, porque   ceifaram  a vida de  colegas, numa conjuntura diferente, mas num episódio idêntico”.

Perante esse cenário, o Presidente da Juventude da Renovação Social lembrou ao Presidente interino do partido, Fernando Dias que a luta para contornar a democracia e a insistência para impor a ditadura persistem e  com figuras diferentes.

“Houve sempre no partido jovens que além de dizer não,   nunca desviaram dos desígnios do PRS, apesar de  aliciamento, corte dos salários e perda do emprego”, frisou.

Franco Iala  criticou o surgimento do grupo dos inconformados no seio do partido, e diz que o que fazem não é por vontade própria mas sim de “um derrotado mandante que perturbou o normal funcionamento do PRS”.

Para a  vice-presidente do Partido da Renovação Social, Fatumata Rachide Nhaga  24 de Junho é uma data  triste  para todos, porque é o dia em que a juventude do partido se levantou em defesa da democracia ou seja contra os resultados divulgados, na altura, pela Comissão Nacional de Eleições, através de uma marcha pacífica, na qual alguns manifestantes perderam a vida, devido ao excesso da carga policial.

Fatumata Nhaga instou a juventude a continuação do desempenho do seu papel, para  a restauração de uma paz política interna no partido.


Convidou aos militantes do PRS denominados de Inconformados a apresentarem as suas candidaturas para o cargo do Presidente do partido, no congresso extraordinário agendado para sexta-feira(28).

O dia da Juventude do PRS, 24 de Junho foi instituído em memória de elementos desta organização juvenil do partido mortos no âmbito de uma manifestação, em Bissau, em 2005. ANG/LPG/ÂC//SG

About The Author

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Publicidade

Anúncio – Participe do FGI

Videos Recentes

Loading...

Siga-nos

Julho 2024
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031