Select Page

Comércio/ Braço-de-ferro entre padeiros e governo sobre preço do pão

Comércio/ Braço-de-ferro entre padeiros e governo sobre preço do pão

(ANG) – O Governo ameaça encerrar as padarias por incumprimento da medida de redução do preço de pão de 200fcfa para 150fcfa, anunciada em Conselho de Ministros, há duas semanas.

Os proprietários das padarias recusam produzir e vender o pão a 150 francos CFA.

A decisão do governo de baixar o preço da farinha de trigo e, consequente reduzir o preço do pão entrou em vigor no domingo, (24), mas os padeiros tradicionais decidiram boicotar a produção para protestar contra esta medida governamental.

Em protesto contra a decisão do governo , os padeiros tradicionais que não anunciaram  o fim da reivindicação, suspenderam desde domingo as suas produções e a maioria das famílias não pude comprar pão.

O ministro do Comércio, João Handem convocou de emergência os importadores da farinha de trigo, os padeiros tradicionais, industriais e a Associação dos Consumidores, e  ordenou o fecho das padarias violadoras.

 “A ordem é de encerrar imediatamente os estabelecimentos e confiscar todos os produtos. No meu bairro, se não vender pão, eu mesmo vou encerrar os estabelecimentos”, declarou.

Enquanto se procura por uma solução para este braço de ferro, a falta de pão na capital Bissau, abastecida maioritariamente pela produção tradicional, está a ser colmatada pelos padeiros industriais.

A Associação dos Padeiros Tradicionais da Guiné-Bissau assinou, recentemente, com o governo um acordo que permitiu baixar o preço da farinha de trigo, de 29.000 francos CFA para 24.600 francos  e a redução do  preço do pão, de 200 para 150 francos CFA. ANG/RFI

About The Author

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Publicidade

Videos Recentes

Loading...

Siga-nos

Maio 2024
D S T Q Q S S
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031