Select Page

Economia e Finanças/ Ministro disse esperar que projetos financiados pelo Banco Mundial alinhem com as prioridades do país

Economia e Finanças/ Ministro disse esperar que projetos financiados pelo Banco Mundial alinhem com as prioridades do país

(ANG) – O ministro da Economia e Finanças disse esperar que os projetos financiados pelo Banco Mundial estejam alinhados com as prioridades e objetivos nacionais.

Suleimane Seidi falava hoje quando presidia, a cerimónia da abertura da reunião de Avaliação Conjunta de Carteira de Projetos financiados pelo Banco Mundial, no país.

Seidi disse acreditar que o encontro vai permitir a  identificação dos constrangimentos na execução dos projetos, assim como, “encontrar soluções conjuntas que podem contribuir para melhorar a classificação” dos mesmos ainda com problemas.

Nesta perspetiva, o governante reconheceu a oportunidade que a reunião representa “para avaliar o progresso alcançado pelo país e traçar um caminho claro para o futuro.

Por sua vez, a representante residente do Banco Mundial no país, Anne-Lucie Lefebvre disse que o atelié de hoje é o culminar de um processo que iniciou com várias consultas ao nível interno sobre os projetos, em que foram identificados assuntos gerais  e específicos dos projetos.

“As ações  do Banco Mundial na Guiné-Bissau contam atualmente com oito projetos nacionais e 4 projetos regionais, num valor total de 393 milhões de dólares. Estes projetos têm sido implementados com sucesso e com resultados visíveis. Por isso agradeço desde já ao Governo e às Unidades de Implementação pelo compromisso e liderança”, afirmou Lefebvre.

Informou que, em julho de 2022, iniciaram o novo ciclo do financiamento do projecto e que abrange três  anos fiscais até Junho de 2025, acrescentando que, nesse ano fiscal, planearam apresentar quatro operações ao  Conselho de Administração da instituição, incluindo três  projetos nacionais de 78 milhões de dólares, e um projeto regional de 60 milhões de dólares.

Anne-Lucie Lefebvre afirma que,  estes projetos representam oportunidades para o governo da Guiné-Bissau continuar a implementar atividades importantes em áreas como desenvolvimento digital, capital humano ou energia, em concordância com a determinação  do Banco Mundial de acabar com a pobreza extrema e promover a prosperidade partilhada.

O Banco Mundial tem em carteira oito Projetos nacionais avaliados em 210 milhões de dólares. ANG/ÂC//SG

About The Author

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Publicidade

Videos Recentes

Loading...

Siga-nos

Abril 2024
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930