Select Page

Eliminatória Mundial 2026/Guiné-Bissau empata com Etiópia na estreia oficial de Luís Boa Morte

Eliminatória Mundial 2026/Guiné-Bissau empata com Etiópia na estreia oficial de Luís Boa Morte

(ANG) – A Seleção Nacional de Futebol da Guiné-Bissau (Djurtus), empatou na tarde de quinta-feira, a zero bolas, frente à seleção da Etiópia, na partida da 3ª jornada do grupo A de qualificação para o Mundial 2026.

Na sua estreia oficial como selecionador nacional, Luís Boa Morte apresentou duas novidades no seu onze inicial, ao lançar Manuel Baldé, guarda-redes de Penafiel(Portugal), para o lugar de Jonas Mendes e o extremo Elves Baldé de Feirense(Portugal), para estreia com a camisola dos Djurtus.

Perante um número considerável de adeptos nas bancadas, a Guiné-Bissau realizou uma fraca exibição na primeira parte, embora tenha conseguido na parte final do primeiro  tempo, três lances que poderiam dar em golos.

A seleção de Etiópia dominou completamente a posse de bola, mas não soube traduzir o seu domínio em golos.

Após 40 minutos da partida, a equipa orientada por Boa Morte cresceu no jogo, graças à grande exibição do defesa direito da Guiné-Bissau, Jefferson Encada, que criou enormes dificuldades aos jogadores da Etiópia.

A Guiné-Bissau  não esteve bem, devido à fraca exibição de vários jogadores, mas Encada esteve muito bem na sua zona, defendendo muito e  apoiando no ataque dos Djurtus.

Os jogadores da turma nacional cometiam passes errados e muitas perdas de bolas no centro do meio campo. Porém, o seu adversário, Etiópia, foi superior no primeiro tempo.

No segundo tempo, os Djurtus foram mais agressivos no encontro, tendo criado alguns lances junto da baliza da Etiópia, mas não teve sucesso no último terço para finalizar.

Mesmo com a boa entrada dos Djurtus no segundo tempo, a seleção visitante  também criou algumas ocasiões de golos junto a baliza dos donos da casa, à guarda de Manuel Baldé.

Em declarações à imprensa no final do jogo,  Luís Boa Morte disse que o resultado não é o esperado, facto que  demonstra que existe muito trabalho pela frente para o próximo jogo que é já dia 10 com o Egito.

Sobre as muitas perdas de bola no meio campo, o técnico luso-são-tomense relaciona a situação com a pressa e falta de discernimento no momento da execução.

Visualmente abatido em virtude do desfecho da partida, Boa Morte aponta agora as baterias para o desafio com os egípcios no mesmo palco, na próxima segunda-feira.

A Guiné-Bissau soma agora 05 pontos nesta fase, em consequência de uma vitória e dois empates, em três jogos.


Com este empate, os Djurtus passam a somar cinco pontos no segundo lugar do grupo A, contra dois pontos do seu adversário, a seleção da Etiópia.

O Egito, que venceu na noite de quinta-feira a seleção da Serra Leoa por duas bolas a uma, lidera o grupo A, com nove pontos, cinco pontos para Guiné-Bissau, no segundo posto. Burkina Faso com quatro pontos no terceiro lugar, Serra Leoa no quarto lugar, também com quatro pontos. Etiópia, com dois pontos no quinto lugar, sexto e último, está a seleção de Djibuti, com zero pontos. ANG/ÂC//SG

About The Author

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Publicidade

Anúncio – Participe do FGI

Videos Recentes

Loading...

Siga-nos

Junho 2024
D S T Q Q S S
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30