Select Page

Japão/PM pronto a encontrar-se com líder da Coreia do Norte

Japão/PM pronto a encontrar-se com líder da Coreia do Norte

(ANG) – O Japão disse hoje que o primeiro-ministro, Fumio Kishida, está pronto a reunir-se “sem condições prévias” com o líder da Coreia do Norte, dois dias depois de Kim Jong-un ter se encontrado com o Presidente russo, noticiou o site Notícias ao Minuto.

“O primeiro-ministro Kishida expressou a sua determinação em encontrar-se cara a cara” com Kim Jong-un, “a qualquer momento e sem condições prévias”, declarou o porta-voz do governo japonês.

“Gostaríamos de organizar discussões de alto nível” entre Tóquio e Pyongyang “sob o controlo direto do primeiro-ministro, a fim de chegar a uma cimeira o mais rapidamente possível”, acrescentou Hirokazu Matsuno.

Kim Jong-un encontra-se de visita à Rússia desde 12 de Setembro, tendo-se reunido, na quarta-feira, com o Presidente russo, Vladimir Putin, num encontro em que se acredita ter sido acordada uma troca de armas e tecnologia.

O líder norte-coreano visitou duas fábricas de produção de aeronaves militares e civis e assistiu a uma demonstração de voo do caça russo Su-35, em Komsomolsk-on-Amur, na região de Khabarovsk, no leste da Rússia.

Num comunicado, o Governo russo disse que a deslocação de Kim tem em vista uma possível cooperação com a Coreia do Norte no domínio do fabrico de aeronaves no contexto das sanções internacionais que pesam sobre ambos os países.

O líder norte-coreano visitou “uma das nossas principais instalações de produção de aeronaves”, disse o ministro da Indústria e Comércio russo.

“Vemos o potencial de cooperação tanto no campo do fabrico de aeronaves como em outras indústrias”, sublinhou Denis Manturov.

“Isto é especialmente importante para cumprir as tarefas que os nossos países enfrentam para alcançar a soberania tecnológica”, acrescentou o dirigente russo.

No encontro de quarta-feira, Putin declarou ver “perspectivas” de cooperação militar com a Coreia do Norte. Já Kim Jong-un manifestou-se convencido da vitória do exército e do povo da “Grande Rússia” na Ucrânia, durante um almoço oferecido pelo Presidente russo.

Na quinta-feira, a Ucrânia disse que a Coreia do Norte já começou há “um mês e meio” a fornecer armas ao exército russo, que teria gasto mais de 10 milhões de projéteis na guerra só em 2022.

Segundo o chefe da inteligência militar ucraniana, Kirilo Budanov, Pyongyang forneceu projéteis de calibre 122 milímetros e 152 milímetros para peças de artilharia, além de mísseis para lançadores Grad, um sistema de fabrico soviético.

Os Estados Unidos advertiram na quarta-feira a Coreia do Norte de que nenhum país deve ajudar o Presidente russo a “matar inocentes ucranianos”, sublinhando que Pyongyang terá de enfrentar as consequências se o fizer.

Também o Japão e a Coreia do Sul expressaram preocupação com um possível acordo de armamento entre Putin e Kim, com Tóquio a alertar para o risco de violação das sanções da ONU. ANG/Angop

About The Author

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Publicidade

Videos Recentes

Loading...

Siga-nos

Abril 2024
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930