Select Page

Ordem Pública/Ministro Botche  deu uma samana ao Secretário de Estado ,Inspertor e Comandante de Guarda Nacional para provarem a existência de “muita droga” denunciada por Nuno Nabiam

Ordem Pública/Ministro Botche  deu uma samana ao Secretário de Estado ,Inspertor e Comandante de Guarda Nacional para provarem a existência de “muita droga” denunciada por Nuno Nabiam

(ANG) – O ministro do Interior deu uma semana ao Secretário de Estado da Ordem Pública,   Inspector e Comandante da Guarda Nacional para apresentarem provas sobre a suposta existência de “sinais de muita droga no país” denunciada pelo líder da APU-PDGB,Nuno Nabiam.

Botche Candé que falava, hoje, em conferencia de imprensa, em jeito de reação à denuncia feita por  Nuno Gomes Nabiam, num comício em Bissorã, segundo a qual “há sinais de muita droga no país e se não se esforçar para lutar contra o trafico de estupefaciente, a Guiné-Bissau passará a ser o palco de tráfico de drogas”.

Para além de criticar as denúncias do líder  da Assembleia do Povo Unido-Partido Democrático da Guiné-Bissau (APU-PDGB) Botche Candé pediu também a colaboração do denunciante para se encontrar a droga, que diz existir no país.

Disse que Nuno Gomes Nabiam devia transmitir  o assunto ao Presidente da República,  Primeiro-ministro ou  ao ministro do Interiror, em vez de o fazer num comício popular, porque é membro do Conselho de Estado e Conselheiro do Presidente da Republica da Guiné-Bissau.

Candé referiu  que Nuno Gomes tinha dito que o aeronave estacionado no aeroporto carregava drogas e armamento e que pedira a intervenção da comunidade internacional para a abertura de uma investigação ao avião mas que concluida os trabalhos  de inspecção nada ficou confirmado.

O Secretário de Estado da Ordem Publica, José Carlos Macedo disse que Nuno Gomes Nabiam não uma pessoa qualquer, devido as funções que desempenhou no aparelho de Estado guineense.

Por isso, diz esperar que Nabiam seja notificado pelo Ministério Público  para se obter  mais informações sobre a denuncia que fez em relação a susposta “existência de sinais de muita droga no país”, até ao ponto de pedir a Comunidade Internacional  para ajudar a Guiné-Bissau a combater o tráfico de drogas.

“Estas declarações de Nuno Gomes Nabiam denegriram  a imagem do país e do Presidente da República que tanto trabalhou para combater o trafico de drogas”, afirmou José Carlos Macedo.

Num comício popular organizado pelo APU-PDGB e o PRS, no sábado(27) no quadro de uma aliança firmada recentemente entre as duas formações, o antigo Primeiro-ministro e atual conselheiro do Presidente da República falou da existência de “muita droga” introduzida no país e pede a comunidade internacional para ajudar no combate ao tráfico de drogas.

ANG/LPG//SG

About The Author

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Publicidade

Videos Recentes

Loading...

Siga-nos

Março 2024
D S T Q Q S S
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31