Select Page

Somália/Inundações  fizeram 29 mortos e deslocaram 305 mil pessoas

Somália/Inundações  fizeram 29 mortos e deslocaram 305 mil pessoas

(ANG) – Pelo menos 29 pessoas morreram e 305 mil foram desalojadas pelas inundações que atingem a Somália desde o início da estação das chuvas em Outubro, anunciaram as autoridades do país.

O comissário da Agência de Gestão de Desastres da Somália (SODMA), Mohamud Moalim Abdulle, confirmou os novos números na terça-feira, detalhando ainda que 850 mil pessoas foram diretamente afetadas, segundo a imprensa local.

A crise desencadeada pelo início da estação das chuvas, entre Outubro e Dezembro, levou o Governo somali a declarar o estado de emergência.

As chuvas torrenciais foram também influenciadas pelo fenómeno conhecido como El Niño, uma alteração da dinâmica atmosférica provocada por um aumento da temperatura do oceano Pacífico.

As chuvas atingiram grande parte da Somália, incluindo os Estados meridionais de Jubaland (em torno do rio Juba), Southwest e Hirshabelle, bem como Galmudug (centro) e, em menor escala, o estado semi-autónomo de Puntland (norte).

De acordo com o Gabinete de Coordenação dos Assuntos Humanitários das Nações Unidas (OCHA), cerca de 2.400 pessoas ficaram presas devido às inundações na cidade de Luuq, na região de Gedo (Jubaland), enquanto prosseguem os esforços de evacuação.

Além disso, nos arredores da cidade de Bardere, na mesma região, mais de 14.000 famílias ficaram sem acesso à cidade, o que as impediu de reabastecer os seus abastecimentos básicos.

As chuvas sucedem à pior seca do país em quatro décadas, uma escassez de água que deixou a Somália no limiar da fome e 6,6 milhões de pessoas em situação de insegurança alimentar aguda, segundo as Nações Unidas. ANG/Angop

About The Author

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Publicidade

Videos Recentes

Loading...

Siga-nos

Maio 2024
D S T Q Q S S
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031