Select Page

Togo/Dois jornalistas  detidos sob acusação de difamação de ministro

Togo/Dois jornalistas  detidos sob acusação de difamação de ministro

(ANG) – Dois jornalistas togoleses, acusados de difamarem um ministro de sobrestimar o valor de um furto em sua casa, deram entrada,  quarta-feira, numa prisão em Lomé, segundo revelaram familiares dos detidos.

Os dois jornalistas, que estavam detidos à ordem da polícia desde segunda-feira, são Loïc Lawson, diretor do jornal Flambeau des Démocrates, e Anani Sossou, jornalista independente, e estão a ser acusados de “difamação e ataque à honra do ministro e incitamento à revolta”.

Os detidos publicaram nas redes sociais que o ministro do Urbanismo, Habitação e Reforma Agrária, Kodjo Adedze, tinha sido vítima de um roubo de 400 milhões de FCFA (cerca de 605 mil euros) em sua casa.

O ministro, que participou o roubo à polícia sem que o montante fosse tornado público, apresentou uma queixa contra eles.

Na segunda-feira, os jornalistas desmentiram as suas afirmações, explicando na rede social Facebook que “investigações pormenorizadas” tinham demonstrado que “o montante comunicado estava sobrestimado e não atingia a soma de 400 milhões de FCFA”.

Em Março passado, outros dois jornalistas togoleses foram condenados à revelia a três anos de prisão pelo Tribunal Superior de Lomé por “insulto à autoridade” e “difusão de informações falsas nas redes sociais”, na sequência de queixas de dois ministros, entre os quais Adedze. ANG/Angop

About The Author

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Publicidade

Videos Recentes

Loading...

Siga-nos

Abril 2024
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930