Select Page

Augusto Olivais morre em Lisboa por doença prolongada

Augusto Olivais morre em Lisboa por doença prolongada

Bissau, 10 Abr 23 (ANG) – O antigo vice-presidente da Assembleia Nacional Popular (ANP) e dirigente do PAIGC, Augusto Olivais, morreu na sexta-feira, 07 de Abril , vítima de doença prolongada, em Lisboa, Portugal.

O também antigo secretário- geral do Partido Africano da Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC) encontrava-se em Portugal, em tratamento há quase um ano, disse a O Democrata uma fonte partidária em Bissau.

Augusto Olivais foi por várias vezes deputado da nação, tendo assumido, depois do golpe de Estado de 2012, as funções do vice-presidente da ANP, depois de uma “engenharia política”, na sequência da indicação do antigo presidente do Parlamento, Manuel Serifo Nhamadjo, para funções do Presidente de Transição na Guiné-Bissau. 

Refira-se que Augusto Olivais chegou a ser proposto pelo Presidente da República, José Mário Vaz, para primeiro-ministro, mas que devido às divergências políticas entre o bloco constituído por Partido da Renovação Social e os 15 deputados dissidentes do PAIGC (atual MADEM- G15),de um lado, e o PAIGC e seus aliados (UM e PCD) de outro , foi finalmente nomeado Umaro Sissoco Embaló, atual chefe de Estado, para as funções de primeiro-ministro,  à18 de Novembro de 2016, depois do tão propalado acordo de Conacri.

Olivais, psicólogo de formação, foi por vários anos membro da Comissão Permanente, do Bureau político e do Comité Central. 

Em reação à sua morte, o partido do qual fazia parte lembrou que o malogrado fez toda a sua carreira política no PAIGC.  ANG/O Democrata 

About The Author

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Publicidade

Videos Recentes

Loading...

Siga-nos

Fevereiro 2024
D S T Q Q S S
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
2526272829