Select Page

CAN 2023/Guiné-Bissau despede-se da competição com derrota tangencial frente à Nigéria

CAN 2023/Guiné-Bissau despede-se da competição com derrota tangencial frente à Nigéria

(ANG) – A seleção nacional de futebol da Guiné-Bissau, perdeu esta segunda-feira (22-01), por 1-0, no seu último jogo na trigésima quarta edição do Campeonato das Nações Africanas a decorrer na Costa do Marfim.

Os Djurtus entram para esta partida com 10 alterações no onze inicial relativamente ao segundo jogo.

O jogo disputado no estádio Félix Houphouet Boigny Abidjan, a seleção nigeriana entrou muito forte no início da partida criando a primeira ocasião de golo no segundo minuto do encontro com Victor Osimhen a rematar ao lado da baliza defendida por Jonas Mendes.

Quatro minutos depois, ou seja, aos seis minutos, foi vez da seleção guineense a responder com remate de Nito Gomes a figura de Nwabali, guarda-redes da Nigéria. A partir daí, os comandados do Mister Baciro Candé tomaram controle do jogo, estancando as subidas ofensivas da seleção nigeriana.

Apesar do domínio da posse de bola da turma nacional, foi a seleção da Nigéria a adiantar se no marcador aos 37 minutos com autogolo de Opa Sanganté na tentativa de fazer o corte, na sequência de um cruzamento vindo da zona esquerda de ataque dos comandados de José Peseiro, introduziu a bola na sua própria baliza, o resultado esse que prevaleceu até ao intervalo.

No segundo tempo, o selecionador nacional Baciro Candé fez duas alterações com as entradas de Marciano Tchami e Franculino Djú, para as saídas de Zinho Ganó e Carlos Mendes Gomes.

A seleção da Nigéria esteve perto de fazer o dois a zero no minuto 48 com Moisés Simon a ficar cara a cara com Jonas Mendes, mais o capitão guineense brilhou com uma defesa espetacular a controlar a situação.

Aos 58 minutos, a seleção da Nigéria voltou a introduzir a bola no fundo das redes de Jonas, mas o árbitro assinalou a posição irregular do jogador nigeriano.

Inconformado com o resultado Mister Candé voltou a mexer, desta vez com a entrada de José Correia (Zé Turbo) e saída Famana Quizera reforçando o ataque na tentativa de pelo menos chegar ao empate.

A seleção da Guiné-Bissau esteve perto de fazer o empate com livre cobrado pelo recém-entrado Fali Candé a rematar pá figura de guarda-redes da Nigéria a ceder o canto para os Djurtus.

Dois minutos depois, Franculino Djú colocou a bola nos fundos das redes nigeriano, o lance foi invalidado por uma suposta falta do Zé Turbo no início da jogada.

Após este lance, Osimhen fez o mesmo na baliza de Jonas, mas não contou por ter amortizado a bola com o braço, antes do remate.

A Guiné-Bissau tentou até ao último minuto chegar ao empate, mas não conseguiu e Nigéria saiu com três pontos nesta partida.

Sendo assim, a seleção Nacional da Guiné-Bissau terminou a campanha na última posição com zero pontos em três jogos disputados, fruto de três derrotas. Marcou dois golos, e sofreu sete.ANG/Fut 245

About The Author

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Publicidade

Videos Recentes

Loading...

Siga-nos

Fevereiro 2024
D S T Q Q S S
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
2526272829