Select Page

Caso 6 bilhões/Famíliares dos detidos anunciam protestos  com vigílias na sede  da Polícia Judiciária

Caso 6 bilhões/Famíliares dos detidos anunciam protestos  com vigílias na sede  da Polícia Judiciária

(ANG) – Os famíliares do antigo ministro da Economia e Finanças, Suleimane Seidi e do Secretário de Estado do Tesouro,António Monteiro, detidos no âmbito do caso dos 6 bilhões de francos CFAanunciaram que vão realizar vigílias na sede da Polícia Judiciária até que os detidos sejam libertados.

“Já chega de injustiça e ódio”,disse  Hortência Borges Araújo Monteiro, a irmã do Ex-Secretário de Estado do Tesouro, António Monteiro, segunda-feira, numa conferência de imprensa,em protestos, tendo apelado ao Presidente da República para intervir nesse caso, para que a justiça seja feita.

Os famíliares dos antigos, ministro da Economia e Finanças e  Secretário de Estado do Tesouro consideram de “injusta” a detenção dos dois.

 “Fomos assistir ao julgamento marcado para o dia 11 de Março de 2024 e informaram-nos que o mesmo foi adiado sem sermos explicados do porquê”, disse Hortência.

Pergunta o que é que os dois ex-governantes fizeram que os outros ministros das Finanças não tinham feito.

Por seu turno, Aissatu Baldé,esposa de Suleimane Seidi pede a libertação imediata dos dois alegando que já passaram 100 dias desde que foram presos.

“Peço aos juizes do tribunal que façam os seus trabalhos honrando seus juramentos, defendendo só e só a verdade”,referiu Aissatu Baldé.

O julgamento dos dois antigos governantes, acusados de corrupção, que devia iniciar na segunda-feira no Tribunal de Relação no Palácio da Justiça, foi adiado para uma data a indicar.

Segundo a Rádio Jovem, o adiamento se deve , a apreciação pelo Supremo Tribunal de Justiça, nas vestes de Tribunal Constitucional, das alegações apresentadas pelo Coletivo de advogados dos acusados, segundo as quais  o Gabinete de Luta Contra Corrupção e Delitos Económicos não tem competência de iniciar  o processo dos dois suspeitos para depois remeté-lo ao Ministério Público, através do Tribunal de Relação.ANG/MSC/ÂC//SG

About The Author

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Publicidade

Videos Recentes

Loading...

Siga-nos

Abril 2024
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930