Select Page

Coletivo de Árbitros de Futebol ameaça boicotar o arranque da próxima época desportiva 2023-24

Coletivo de Árbitros de Futebol ameaça boicotar o arranque da próxima época desportiva 2023-24

(ANG) – O Coletivo de Árbitros de Futebol da primeira e segunda liga guineense ameaçaram boicotar o arranque da próxima época desportiva 2023-24,cuja abertura está prevista para  o próximo dia 25 do corrente mês de Novembro, caso a direção liderado por  Fidel Gomes não for demitido pela  Federação de Futebol da Guiné-Bissau (FFGB).

Em conferência de imprensa realizada, quinta-feira, o Porta-Voz de Coletivo de Árbitros, Raimundo da Vegas responsabilizou  a FFGB pala demora na resolução da exigência do referido Coletivo.

“Queremos deixar bem claro que, se a situação continuar assim, ou seja, a Direcção de Fidel Gomes não for demitida pela FFGB, estamos determinados a não apitar nenhuma partida da próxima época desportiva 2023-24, porque não estamos dispostos a trabalhar na corrupção para destruir o futebol nacional”, disse Raimundo da Vegas.

De acordo com Vegas, é urgente a intervenção do Governo na qualidade de fiscalizador das atividades da FFGB, para não por em causa o arranque da próxima época desportiva da “Guiness-Liga” e “Guiness-Bola”.

Segundo o Porta-Voz do Coletivo dos Árbitros, a sua organização está de consciência tranquila, porque mesmo se o Conselho de Arbitragem (CA) optar por  novos árbitros, será sem sucesso, porque a maioria dos árbitros está do  lado do Coletivo de Àrbitros.

Vale recordar que no final da época 2022-23, registou-se  uma crise no seio da arbitragem, em que um grupo de árbitros, acusou a Direção do Conselho de Arbitragem liderado por Fidel Gomes de estar a implementar a corrupção e o nepotismo na arbitragem nacional.ANG/LLA/ÂC//SG  

About The Author

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Publicidade

Videos Recentes

Loading...

Siga-nos

Maio 2024
D S T Q Q S S
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031