Select Page

Comemoração do Dia da Independência/Marcelo Rebelo de Sousa inaugura rua com o seu nome em Bissau

Comemoração do Dia da Independência/Marcelo Rebelo de Sousa inaugura rua com o seu nome em Bissau

(ANG) – O chefe de Estado português, Marcelo Rebelo de Sousa, inaugurou quinta-feira uma rua com o seu nome em Bissau, juntamente com o Presidente da República, Umaro Sissoco Embaló, a meio da celebração oficial dos 50 anos de independência da Guiné-Bissau.

O primeiro-ministro, António Costa, acompanhou esta breve cerimónia de inauguração, ao lado de Marcelo Rebelo de Sousa. Questionado se é merecida esta homenagem, respondeu: “É, com certeza”.

A Rua Presidente Marcelo Rebelo de Sousa é uma transversal à Avenida Amílcar Cabral, mesmo no centro da capital guineense, onde decorreu quinta-feira de manhã o ato solene comemorativo do cinquentenário da independência da Guiné-Bissau.

Interrogado se está orgulhoso por ter uma rua com o seu nome em Bissau, o Presidente português contrapôs que “Portugal é que está orgulhoso pelas relações fraternas com a Guiné-Bissau”.

Umaro Sissoco Embaló, Marcelo Rebelo de Sousa e António Costa caminharam juntos para esta inauguração, em que foi cortada uma fita e descerrada uma placa, e de seguida regressaram à tribuna de honra na Avenida Amílcar Cabral.

A cerimónia de inauguração da Rua Presidente Marcelo Rebelo de Sousa, na qual também esteve presente o ministro dos Negócios Estrangeiros, João Gomes Cravinho, durou cerca de cinco minutos.

Depois, foi retomado o ato solene de comemoração dos 50 anos de independência da Guiné-Bissau, com um discurso do Presidente guineense à nação.

Esta celebração coincide com uma crise política em Portugal, com o primeiro-ministro demissionário e eleições legislativas antecipadas anunciadas para 10 de março, mas com o Governo ainda em plenitude de funções.

Na tribuna de honra, Marcelo Rebelo de Sousa e António Costa estão separados por seis lugares, por motivos protocolares, e no jantar oficial de quarta-feira em Bissau também ficaram à distância, trocando apenas um aperto de mão.

A caminhada conjunta até à renomeada Rua Presidente Marcelo Rebelo de Sousa foi o primeiro momento em que estiveram lado a lado em público desde que António Costa apresentou a demissão, há nove dias.

Os dois deverão regressar a Portugal ainda na quinta-feira após um almoço oferecido pelo Presidente da Guiné-Bissau, no Palácio Presidencial, em voos separados.

A Guiné-Bissau foi a primeira colónia portuguesa em África a tornar-se independente. A independência foi proclamada unilateralmente em 24 de setembro de 1973, decorrida uma década de luta armada.

As Nações Unidas reconheceram de imediato a independência da Guiné-Bissau, e Portugal apenas um ano mais tarde, em setembro de 1974, após o 25 de Abril.ANG/Lusa

About The Author

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Publicidade

Videos Recentes

Loading...

Siga-nos

Maio 2024
D S T Q Q S S
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031