Select Page

Comissão Política do PRS retira “confiança politica” à 12 militantes

Comissão Política do PRS retira “confiança politica” à 12 militantes

(ANG) – A Comissão Politica Nacional(CPN) do Partido da Renovação Social  (PRS) anunciou esta segunda-feira a retirada de  “confiança politica” à 12 dos seus militantes.

A decisão consta na resolução nº1/2024 da Comissão Politica Nacional do Partido, produzida na final de reunião realizada na sede do partido, na qual se analisou a  atual situação politica, na presença dos 201 dos 267 membros.

Os membros da CPN resistiram e irromperam o cerco policial que não conseguiu dispersar os 201 presentes, Fernando Dias fez o discurso de abertura e outro dirigente, Roberto Mbesba apresentou as resoluções que de imediato foram aprovadas.

Os visados, conforme o documento à que a ANG teve acesso, são  Ibraima Sori Djaló, indigitado para coordenar a Comissão AD-HDOC para gerir o partido até a realização do congresso, previsto para o mês em curso,  José de Pina /Dutchi), Feliz Blute Na Ndungué, Aladje Caramó Camará,Orlando Mendes Viegas, Edneusa Lopes da Cruz, Certório Biote, Mônica Buaró, Francelino Cunha, João Roberto Metcha, Fransual Dias e Aladje Soncó.

A Comissão Politica do PRS sustentou a decisão com a necessidade de repor a ordem e disciplina,  a dignidade bem como o bom nome do partido, em cumprimento dos estatutos do partido..

Além disso, os membros da Comissão Politica Nacional dos Renovadores recomendaram  ao Presidente Interino, Fernando Dias, a convocação de uma reunião do  Conselho Nacional  para  a marcação da data do congresso.

Esta instância partidária considerou de “grave e intolerável” o comportamento de alguns dirigentes e militantes do PRS, fora do quadro estatutário, com  implicações internas e internacionais.

Consta ainda nas resoluções que, o  PRS reafirma a sua postura de profunda reflexão no sentido de manter a coerência com a sua linha de orientação politica com a direção superior do partido através do seu programa politico na promoção de defesa da democracia e respeito pelos estatutos do partido.

Considerou uma frustração,  a criação, no passado dia 29 de Maio de uma “falácia” Comissão AD-HOC que diz não ter cobertura estatutária  do partido sob coordenação do Ibraima Sori Djalo, suportado pelos inconformados.

Os membros da Comissão Politica Nacional do PRS acusaram alguns militantes  inconformados com atual direção do PRS, líderada por Fernando Dias da  Costa, de provocar a crise interna que visa essencialmente destruir a imagem do partido.

O grupo de Inconformados protesta a liderança interina de Ferando Dias. Exigiu a realização de um congresso para a legitimação da direção do partido não havendo resposta satisfatória decidiu convocar a reunião magna para Junho em curso. ANG/LPG/ÀC//SG

About The Author

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Publicidade

Anúncio – Participe do FGI

Videos Recentes

Loading...

Siga-nos

Junho 2024
D S T Q Q S S
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30