Select Page

EUA/ONG Human Rights Watch e AI apelam à libertação de detidos no Níger

EUA/ONG Human Rights Watch e AI apelam à libertação de detidos no Níger

(ANG) – A Human Rights Watch e a Amnistia Internacional apelaram hoje à libertação imediata das pessoas detidas no Níger pelos militares após o golpe de 26 de Julho, denunciando também a repressão contra jornalistas e opositores ao poder.

Em comunicado de imprensa, citadas pelo site Notícias ao Minuto, as duas organizações não governamentais indicaram que as autoridades nigerinas “deveriam libertar as pessoas detidas arbitrariamente”.

O governo militar deve “fazer cumprir os direitos humanos e garantir a liberdade de imprensa”, declarou a investigadora da Humans Rights Watch (HRW) Ilaria Allegrozzi, citada no texto.

As duas ONG recordam que desde o golpe de Estado, o Presidente Mohamed Bazoum está detido na sua residência presidencial com a sua mulher e filho e que vários ministros do regime estão em diferentes prisões do país.

A Amnistia Internacional e a Human Rights Watch “consideram as suas detenções arbitrárias porque têm motivações políticas”.

As ONG afirmam também que “as autoridades ameaçaram, assediaram, intimidaram e prenderam arbitrariamente jornalistas, jovens e suspeitos de opositores políticos, bem como pessoas que expressavam opiniões críticas”.

Os jornalistas regionais e internacionais no Níger “estão sob pressão crescente no exercício das suas actividades”, sublinham, acrescentando que “têm sido ameaçados, assediados verbalmente ‘online’ e atacados fisicamente”.

As duas organizações mencionam, por exemplo, o caso da jornalista nigeriana Samira Sabou, detida em 30 de Setembro e acusada nomeadamente de “produção e divulgação de dados susceptíveis de perturbar a ordem pública”, depois libertada provisoriamente em 11 de Outubro.

Denunciam também a suspensão da transmissão da Radio France Internationale (RFI) e da France 24, ordenada pelas autoridades militares no início de Agosto.

As ONG denunciam ainda violência física cometida por apoiantes dos militares nas ruas de Niamey. ANG/Angop

About The Author

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Publicidade

Videos Recentes

Loading...

Siga-nos

Maio 2024
D S T Q Q S S
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031