Select Page

Governo prepara recepção da energia da OMVG em Novembro

Governo prepara recepção da energia da OMVG em Novembro

O Governo, em parceria com a Câmara Municipal de Bissau(CMB), já diligencia a recepção, em Novembro, da energia elétrica proveniente da Barragem de Kaleta, no quadro da OMVG.

Neste sentido, uma equipa do Ministério da Energia e Indústria e a CMB realizaram esta, terça-feira, um encontro com os proprietários de duas estações de combustíveis construídas no corredor onde deve passar os cabos de corrente eléctrica da OMVG, na Estrada de Volta, em Antula.

Em declarações à imprensa no final da reunião, o Presidente da CMB, Júlio César (Justen) Nosoline revelou que na reunião foi comunicado aos  proprietários das duas estações das diligências que devem tomar para não obstaculizar o transporte da corrente elétrica que atinge a área em que estão a operar.

Justen Nosoline, adiantou que no percurso da linha de alta tensão de 30 kilowats, existem obstruções de dois ou três postos de combustíveis e que a CMB notificou os proprietários das referidas estações para uma reunião preliminar no sentido de identificar os constrangimentos.

“A intenção é para se chegar a um consenso para que o assunto seja resolvido, o mais rápido possível, tendo em conta o curto período que resta para que o país receba a energia da OMVG, que será distribuído aos munícipes através da rede eléctrica nacional”, salientou.

Justen Nosoline acrescentou que ficou decidido a criação de uma equipa técnica constituída de elementos da CMB, do Ministério da Energia e ambientalista do Banco Africano de Desenvolvimento(BAD), que irão ao terreno  apurar a situação das duas estações de combustíveis.

O fornecimento da eletricidade à Guiné-Bissau, no âmbito da barragem de Kaleta deve atingir 39 megawatts, numa primeira fase e   cobrir toda a parte continental do país.

A Empresa de Eletricidade e Águas da Guiné-Bissau, (EAGB) será responsável pela distribuição e venda desse fornecimento  em todo o território nacional.

As linhas elétricas que vão atravessar o Saltinho, passando por Bambadinca e Mansoa até chegar a Bissau terão quatro estações de transformação de alta tensão, cuja capacidade total prevista é de mais de 800 megawatts.

A Organização para a Valorização do Rio Gâmbia (OMVG) é uma instituição regional que congrega quatro países membros: a Guiné-Bissau, Guiné- Conacri, o Senegal e a Gâmbia.

As diligências para recepção da corrente elétrica da Barragem de Kaleta, já em Novembro, encontra justificação no fato de as faturas de luz da  EAGB perante a empresa turca, que através de um navio fornece energia eléctrica a Bissau, estar a tornar-se cada vez mais insustentáveis.

Informações não confirmadas, de uma fonte da EAGB, dão conta de que, segunda-feira, a empresa turca só não materializou a intensão de “desligar tudo”, porque o Governo conseguiu convencer os seus responsáveis a aceitarem o pagamento parcial das dívidas contraídas pela EAGB. ANG/ÂC//SG

About The Author

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Publicidade

Videos Recentes

Loading...

Siga-nos

Maio 2024
D S T Q Q S S
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031