Select Page

Guerra Medio Oriente/Pelo menos 50 mortos e 120 feridos no sul de Gaza

Guerra Medio Oriente/Pelo menos 50 mortos e 120 feridos no sul de Gaza

(ANG) – Pelo menos 50 pessoas morreram e outras 120 ficaram feridas pelos bombardeamentos israelitas nas últimas 24 horas na zona de Khan Yunis, sul de Gaza, informou hoje a agência de notícias palestiniana Wafa.

“Fontes médicas anunciaram que 50 pessoas foram mortas e 120 feridas nos bombardeamentos de ocupação na zona ocidental de Khan Younis durante as últimas 24 horas, área que está a ser foco de ataques das forças israelitas”, informou a agência oficial.

Intensos confrontos armados e ataques também ocorrem em torno de hospitais da região, como Al Nasser e Al Amal.

De acordo com uma porta-voz do Crescente Vermelho Palestino, três deslocados internos “morreram e outros dois ficaram feridos pelos ataques da ocupação (Israel) em frente ao portão norte da sede do Crescente Vermelho Palestino em Khan Yunis”, que está localizado em a área do Hospital Al Amal.

Por sua vez, segundo Wafa, grupos como os Médicos Sem Fronteiras (MSF) “expressaram preocupação com a segurança das pessoas dentro do hospital Nasser, “devido aos bombardeamentos contínuos nas suas proximidades, sublinhando que devem ser protegidos”.

Os MSF alertaram que está a ser “impossível” os feridos chegarem ao centro de saúde.

Já o Exército israelita informou hoje que as suas tropas “continuam a intensificar as operações contra o Hamas” em Khan Younis e no seu campo de refugiados.

“As tropas mataram numerosas células terroristas com tiros de franco-atiradores, tanques e aeronaves”, e as forças aéreas “ajudam as tropas terrestres a frustrar ameaças iminentes e a atacar infraestruturas terroristas”, disse um porta-voz militar.

A mesma fonte acrescentou que “durante o último dia, as tropas do Exército realizaram ataques seletivos contra alvos terroristas na área e confrontaram numerosos terroristas” e atacaram grupos de milícias que “planeavam disparar contra as forças com mísseis antitanque”.

O Exército acrescentou que continuou a operar no norte de Gaza durante o último dia, onde aviões israelitas “mataram numerosos terroristas sob a direção terrestre de tropas”.

A guerra entre Israel e o Hamas em Gaza eclodiu em 07 de outubro, após um ataque do grupo islâmico que deixou 1.200 mortos em território israelita.

Desde então, a ofensiva israelita no enclave costeiro deixou quase 25.500 mortos, e acredita-se que outras 8.000 pessoas tenham morrido sob os escombros de edifícios destruídos, no meio de uma devastação generalizada e de uma crise humanitária.ANG/Lusa

About The Author

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Publicidade

Anúncio – Participe do FGI

Videos Recentes

Loading...

Siga-nos

Junho 2024
D S T Q Q S S
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30