Select Page

Jogo Amistoso/Guiné-Bissau sofre pesada derrota frente ao Mali

Jogo Amistoso/Guiné-Bissau sofre pesada derrota frente ao Mali

(ANG) – A Seleção Nacional de Futebol sofreu este sábado, 6 de janeiro de 2024, uma pesada derrota frente a sua congénere do Mali, no encontro amistoso da preparação das duas seleções sediadas na África Ocidental que estarão presentes no Campeonato Africano de Futebol (CAN’2023) a realizar-se na Costa do Marfim.

Numa altura em que faltam 8 dias para o arranque da maior competição de futebol em África, os ‘Djurtus’, que vão participar pela quarta vez consecutiva no CAN, foram derrotados na capital maliana por 6-2 pela equipa local.

A seleção nacional, que vai abrir o jogo de abertura da competição frente a sua congênere da Costa do Marfim no dia 13 de janeiro, não entrou bem na partida frente ao Mali, sofrendo golos nos minutos iniciais deste desafio amigável.

Aos 5 e 15 minutos da primeira parte, a seleção do Mali fez dois golos por intermédio de Youssoufou Niakité e Lassana Coulibaly, dando a vantagem a seleção local.

Embora tenha entrado mal no jogo sofrendo dois golos, a Guiné-Bissau orientada por Baciro Candé, recentemente condecorado com a medalha Amílcar Cabral, conseguiu reduzir a vantagem por intermédio de Mama Baldé aos 37 minutos da partida, dando assim um alento à seleção nacional.

Antes do fim da primeira partida, a seleção maliana, que estava a ser superior à Guiné-Bissau, voltou a marcar, fazendo o seu terceiro golo frente a uma seleção que apresentou enormes dificuldades nesta partida amistosa.

O terceiro golo da seleção maliana foi marcado por intermédio de Kamony Doumbia.

Nos instantes finais da primeira parte, a Guiné-Bissau conseguiu reduzir o marcador, fazendo o seu segundo golo no encontro, através de Carlos Mané aos 42 minutos, dando esperança à seleção nacional para conseguir mudar o rumo dos acontecimentos na segunda metade do desafio.

Na segunda parte, a seleção nacional desapareceu completamente da partida, entregando o jogo ao adversário.

A seleção de Mali dominou por completo o jogo, criando enormes dificuldades à defensiva da seleção nacional, onde conseguiu fazer mais três golos.

Os tentos foram marcados por Dorgeles, que bisou na partida, aos 68 e 85 minutos e Falaye Sacko aos 75 minutos.

Numa altura que falta uma semana para o início do CAN’2023, os adeptos e desportistas nacionais reagiram com preocupação a esta derrota da Guiné-Bissau, uma vez que a seleção nacional nunca conseguiu qualificar-se para uma segunda fase do CAN.

A Guiné-Bissau vai participar pela quarta vez consecutiva no CAN, mas nunca conseguiu apurar-se para a fase seguinte desta prova.

Nas últimas participações, nomeadamente 2017, 2019 e 2021, a seleção nacional apenas alcançou um ponto na tabela classificativa e nas duas últimas edições não marcou nenhum golo.

Na sua primeira participação, em 2017, no Gabão, marcou dois tentos por intermédio de Juary Soares e Piqueti Djassi, ambos os jogadores não estão na lista dos convocados.

A Guiné-Bissau foi sorteada no Grupo A, em que pontifica também a anfitriã Costa do Marfim, a Nigéria, treinada pelo português José Peseiro e três vezes vencedora da competição e a Guiné-Equatorial.

Os dois primeiros classificados de cada um dos seis grupos qualificam-se para os oitavos de final, bem como os quatro melhores terceiros.

A fase final do CAN-2023 terá lugar de 13 de janeiro a 11 de fevereiro de 2024.ANG/odemocratagb

About The Author

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Publicidade

Videos Recentes

Loading...

Siga-nos

Março 2024
D S T Q Q S S
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31