Select Page

Obituário/Francisca  Lucas Pereira foi a interrar esta manhã

Obituário/Francisca  Lucas Pereira foi a interrar esta manhã

(ANG) –  Os restos mortais de   Francisca Lucas Pereira, combatente da Liberdade da Pátria e dirigente do Partido Africano da Independência da Guiné e Cabo Verde(PAIGC) foram  a enterrar esta terça-feira no Cemitério Municipal de Bissau.

Na cerimónia fúnebre, o Vice-Presidente do PAIGC disse que vão lembrar esta combatente e grande mulher pelos  feitos que deixou como legado, pois foi uma das primeiras deplomatas do partido ao lado de  Amílcar Cabral, Victor Saúde Maria, para além de ser  uma das fundadoras do Panafricanismo da mulher e a primeira mulher a dirigir a Câmara Municipal na Guiné-Bissau.

Califa Seide destacou que Francisca Pereira lutou muito para a  emancipação da mulher guineense tendo fundado  várias organizações de defesa da mulher, nomeadamente a Rede Nacional de Luta Contra a Violência no Gênero(RENLUV),  Associação Guineense para Bem Estar Familiar (AGUIBEF) e outras.

Seide ainda destacou que o maior  legado deixado por Francisca(Tchica) Pereira , em 1972, ainda na luta armada, foi a criação de condições para  que as mulheres votassem e para que  participassem como candidatas a deputado e conselheira regional , antes da criação da  Assembleia Nacional Popular composta por 120 deputados dos quais 40 eram  mulheres.

Francisca Pereira foi ainda homenageada no cemitério  com apresentação de poemas na voz de Francisco Muniro Conté, responsável do PAIGC pela Informação e comunicações ,em que   a malograda  recebera várias distinções: Camarada Francisca Pereira, Mana Francisca, Mamã Francisca, Avó Francisca ou Mãe Benemérita.

“Mesmo nas curvas da idade, na ternura dos enta, soubeste  manter fiel a ideologia de Cabral, incorporando a trincheira da nova fase da luta que os detratores da democracia  impuseram ao PAIGC, nesta ultima década de dissabores e amargura do nosso Estado atípico,” destacou Conté.

Em nome da família, o filho Abel Pereira Gomes agradeceu à todos, e referiu que a sede do PAIGC é a casa onde sua mãe vivieu durante 65 anos, e diz que a sua morte será meramente uma ausência física, pois que permanecerá  entre eles, eternamente.

Francisca Pereira, faleceu na  passada quarta-feira, dia 21 do corrente mês, aos 84 anos de idade, deixou cinco filhos: três filhas e dois filhos, 11 netos e 1 bisneto.ANG/JD//SG

About The Author

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Publicidade

Videos Recentes

Loading...

Siga-nos

Abril 2024
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930