Select Page

“Omi Nobu”, Homem Novo de Yuri Ceunick, premiado melhor documentário no Fespaco 2023

“Omi Nobu”, Homem Novo de Yuri Ceunick, premiado melhor documentário no Fespaco 2023

Bissau, 07 Mar 23 (ANG) – O documentário “Omi Nobu” (Homem Novo) foi premiado com o galardão de ouro na 28ª edição Festival Panafricano de Cinema e Televisão de Ouagadougou (Fespaco), que decorreu entre 24 de fevereiro e 05 de março, no Burkina Faso.

O prémio foi recebido pelo realizador Yuri Ceunick.

Pela primeira vez, um filme cabo-verdiano entra na competição oficial do  FESPACO, considerado o maior festival de cinema e televisão de África, e conquista um dos mais importantes prémios do certame, o “L’étalon dór” com o documentário “Omi Nobu” (Homem Novo), do realizador Carlos Yuri Ceuninck.

O realizador reagiu com muita satisfação, em declarações à rádio pública cabo-verdiana, na língua nacional, e disse ser um momento histórico.

Acaba de acontecer uma noite histórica para o cinema de Cabo Verde. Omi Nobu, filme documentário, acaba de ganhar o prémio de melhor documentário de toda a África. Foi número um, não é segundo e nem terceiro. Na primeira participação de um filme no maior festival de cinema de África, o nosso filme ganha esse evento, que é como o Óscar de África. Ganhou maior filme documentáriodisse o realizador Carlos Yuri Ceuninck

O documentário “Omi Nobu” conta a história do último habitante da aldeia de Ribeira Funda, em São Nicolau. Quirino da Cruz, revela a sinopse, terá resistido a uma série de trágicos acontecimentos que levaram os demais moradores a abandonar a vila para se estabelecer na vizinha Estância de Brás. 

Durante quatro décadas, Quirino da Cruz, de 76 anos, recusou ajuda oferecida por amigos e pelas autoridades locais e permaneceu sozinho em Ribeira Funda, que considerava a terra do seu nascimento e o túmulo da sua morte. Vivia da pesca e da agricultura e tinha como companheiros um galo e alguns pardais. As notícias do mundo ficava a sabê-las por um rádio de pilha.

Este veio a falecer em 2022, durante a pandemia da Covid-19, facto que levou o cineasta e aprodutora Korikaxoru Films a anunciar a sessão de estreia em Cabo Verde, na ilha de São Nicolau, em homenagem ao malogrado Quirino da Cruz. ANG/RFI

About The Author

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Publicidade

Videos Recentes

Loading...

Siga-nos

Abril 2024
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930