Select Page

Portugal/ António Costa apresenta demissão

Portugal/ António Costa apresenta demissão

(ANG) – O primeiro-ministro português apresentou,  terça-feira, a sua demissão ao chefe de Estado Marcelo Rebelo de Sousa, e  diz desconhecer as acusações de que é alvo, mas reconhece que “a dignidade das funções de primeiro-ministro não é compatível com a suspeita de qualquer ato criminal”.

António Costa anunciou que apresentou a demissão ao chefe de Estado português, que aceitou a decisão, após as buscas realizadas em São Bento e de o Ministério Público anunciar que é alvo de uma investigação autónoma do Supremo Tribunal de Justiça.

Em causa, estão os projetos de lítio e hidrogénio nas minas do Romano (Montalegre) e do Barroso (Boticas) e de um projeto de central de produção de energia a partir de hidrogénio em Sines.

” A dignidade das funções de primeiro-ministro não é compatível com a suspeita de qualquer ato criminal. Obviamente apresentei a demissão ao senhor Presidente da República”, disse.

António Costa anunciou igualmente que não se volta a candidatar ao cargo de primeiro-ministro.

“Não, não me vou recandidatar ao cargo de primeiro-ministro, que isso fique muito claro. É evidente que esta é uma etapa da vida que se encerrou, além do mais, porque como nós todos sabemos, os processos-crime raramente são rápidos e portanto não ficaria certamente a aguardar a conclusão do processo-crime para tirar outra ilação”, referiu referiu.

O Ministério Público efetuou  buscas na residência oficial do primeiro-ministro e em alguns ministérios do Governo no âmbito de uma investigação sobre projetos de exploração de lítio, em Montalegre.

Pelo menos cinco pessoas foram detidas, entre os quais o empresário e amigo próximo do primeiro-ministro, Diogo Lacerda Machado, e o chefe de gabinete de António Costa, Vítor Escária. A casa do ministro das Infraestruturas, João Galamba, que foi constituído arguido, também foi alvo de buscas,

De acordo com a imprensa portuguesa, em causa está o negócio que garantiu à Lusorecursos a exploração da mina de lítio em Montalegre, apesar de a empresa não fazer parte do grupo de empresas com direito de prospecção.

O processo envolve suspeitas de corrupção para beneficiar a Lusorecursos no processo atribuição da exploração da mina. As diligências ocorreram depois de recentemente a Agência Portuguesa do Ambiente (APA) ter dado luz verde à exploração da mina por parte da Lusorecursos.

Em comunicado, a  Presidência da República confirma a demissão de António Costa, acrescentando que os partidos políticos representados na Assembleia da República foram convocados para amanhã, quarta-feira.  Também foi convocado o Conselho de Estado, que se vai reunir quinta-feira, em Belém. Depois de se reunir com o Conselho de Estado e com os partidos, Marcelo Rebelo de Sousa vai dirigir-se aos portugueses. ANG/RFI

About The Author

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Publicidade

Videos Recentes

Loading...

Siga-nos

Maio 2024
D S T Q Q S S
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031