Select Page

Presidente da República nega acusação do envolvimentro da sua segurança no espancamento do deputado Trid Fadul

Presidente da República nega acusação do envolvimentro da sua segurança no espancamento do deputado Trid Fadul

(ANG) – O Presidente da República negou esta terça-feira as acusações do envolvimento de um dos seus segurança de nome  Tanu Bari no espancamento do deputado do Partido da Renovação Social(PRS) Tarid Michel Tavares Fadul vulgo (Kuka).

Umaro Sissoco Emabaló que falava após a sua visita as obras de reabilitação da Avenida Amílcar Cabral,  disse que na Guiné-Bissau  é fácil acusar alguém, fundamentando que  ele  não gosta  de fazer teatro ou  aproveitamento político.

Afirmou que, as pessoas acusadas pelo deputado estão detidas no presídio  militar, depois de lhe entregaram o  registo de câmara de segurança da Presidência, frisando que,  viu  o drone à sobrevoar no Palácio à uns 300 metros de altura.

O chefe de Estado, disse que o corpo da segurança pretendia fazer uma conferência de imprensa em resposta, mas ele, enquanto Chefe de Estado não os aceitou.

 “É de conhecimento de todos que desde caso de 1 de fevereiro 2022 a presidência tem um aquartelamento para segurar o Chefe de Estado,”frisou.

 Explicou que, um grupo de  polícia  levou o deputado para Palácio da República, quando  o mesmo estava a ser procurado pelos militares.

Revelou  que,  conhece os partidos que fomentam violência, tendo lembrado que, no dia 1 de fevereiro havia pessoas que estavam a comemorar e outros já tinham preparado comunicado de imprensa, tendo questionado que,  o que hoje estão a falar, ou estão a fazer aproveirtamento político.

 Sissoco disse que visitou as obras da Avenida Amilcar Cabral para constatar se tudo está perfeito, porque as comitivas dos  convidados já começaram a chegar e até o dia do evento, ou seja 16 de Novembro, os últimos Chefes de Estado chegarão.

Na quarta-feira, os Presidentes da República Portuguesa, do Congo Brazaville, e dos Comores igualmente presidente em Exercício da União Africana e alguns primeiros-ministros estarão igualmente em Bissau.

Umaro Sissoco afirmou ainda que o deputado  Kuka é sobrinho da sua esposa e seu grande apoiante e será  muito próximo dele nas eleições presidenciais de 2025, todos verão que ele vai-me apoiar.ANG/JD/ÂC

About The Author

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Publicidade

Videos Recentes

Loading...

Siga-nos

Abril 2024
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930