Select Page

Regiões/Presidente da República diz que os responsáveis pela morte de oito pessoas no setor de São Domingos serão traduzidos à justiça

Regiões/Presidente da República diz que os responsáveis pela morte de oito pessoas no setor de São Domingos serão traduzidos à justiça

(ANG) – O Presidente da República disse que os responsáveis pela morte de oito pessoas, na quarta-feira(21), no sector de São Domingos região de Cacheu, serão traduzidos à justiça “para serem punidos severamente, porque não é aceital e normal  dar  veneno às pessoas para beberem”.

Umaro Sissoco Embaló falava à imprensa, na quinta-feira,  depois de presidir a reunião do Conselho de Ministros, no Palácio de Governo.

O mais recente “Caso São Domimgos” deu conta da morte de oito idosos na sua maioria mulheres, acusados de feitiçaria, foram obrigados a beber um medicamento tradicional para se provar se eram ou não feiticeiros, mas  acabaram por morrer.

Mais de 20 outros idosos tiveram necessidade de receber assistência médica para se salvar das consequências desse teste.

Abordado pela imprensa sobre a perspetiva de fixação do preço de referênciaa da castanha de caju num valor superior a que está a ser praticado, por exemplo, na Costa de Marfim, que é de 375 francos CFA o quilo, Umaro Sissoco Embaló chama a atenção sobre a necessidade de se  corrigir os erros do ano passado.

O Presidente da República disse que o preço de castanha de caju não pode ser superior ao praticado na sub-região, porque a Costa de Marfim  é um gigante neste campo, pelo que é preciso fixar um preço que vai beneficiar todo o mundo, e promete  que o Governo vai estudar melhor o caso.

Questionado sobre a reabertura da Comissão Permanente da Assembleia Nacional Popular, exigida por alguns partidos políticos, disse que eele não é o Presidente do parlamento mais sim, o Presidente da República, pelo que não lhe compete convocar a Comissão Permanente.

O parlamento foi dissolvido em Dezembro passado e se encontra  encerrado pelo que nenhuma das suas dependências está em funcionamento, contrariamente a situações anteriores em que a ANP foi dissolvida mas a Comissão Permanente e outros serviços administrativos mantiveram-se em funcionamento.

O chefe de Estado disse que renderam  homenagem  a Francisca Pereira, por ser  uma figura ímpar da mulher guineense, valente e combatente exemplar.

Francisca Pereira, Combatente da Liberdade da Pátria  e dirigente destacada do PAIGC morreu, quarta-feira, aos 84 anos , vitima de doença.ANG/MI/ÂC//SG

About The Author

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Publicidade

Videos Recentes

Loading...

Siga-nos

Abril 2024
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930