Select Page

Régulos pedem intervenção  do Chefe de Estado para garantia de boa campanha de  comercialização da castanha de caju

Régulos pedem intervenção  do Chefe de Estado para garantia de boa campanha de  comercialização da castanha de caju

 (ANG) – O Presidente da Associação Nacional de Rêgulos da Guiné-Bissau pediu no fim dse semana ao Presidente da República para usar a sua influência para que os produtores possam vender as suas castanhas de caju a bom preço, na próxima campanha de comercialização, cuja abertura está prevista para o próximo dia 15.

Mama Mané fez o pedido no encontro dos Régulos com o Presidente da República , e disse que o  povo está com fome, uma vez que a população deixou de cultivar outros produtos em grande quantidade, dedicando unicamente ao cultivo do caju.

 Mané  disse que a fome está a ameaçar nas tabancas e que se a chuva começar  a situação vai piorar, razão pela qual pede ao  Chefe de Estado para se  deslocar para o interior do país para constactar a realidade.

O Presidente da República ,em resposta, sublinhou  que, apesar de não ser da sua respoonsabilidade  a definição das regras de comercialização da castanha, já  avisou ao  primeiro-ministro   de que a campanha não pode falhar este ano.

Umaro Sissoco Embaló recomendou aos régulos a promoção da diversificação das culturas junto das populações para se livrar do monopólio do cultivo da castanha.

“Devemos cultivar a batata doce, abóbora, inhame entre outros e depois vender para os países vizinhos aumentando assim a economia, não só do país mas da própria família”,disse.

Embaló garantiu aos líderes do poder tradicional que enquanto estiver como  Chefe de Estado podem contar com a sua solidariedade total, tendo os pedido o votarem nos partidos que já deram provas de serem capazes de fazer algo e não nos que só prometem.

O Chefe de Estado garantiu que, de vez em quando, vai reunir com régulos em diferentes cidades do país e pediu aos mesmos a se distanciarem da política  e serem os primeiros juizes do povo, resolvendo assuntos antes mesmo de chegar as autoridades judiciais.

Pediu-lhes para se  distanciarem de atos de crime , tais como os que ocorreram, recentemente, em São Domingos, onde as pessoas são mortas acusadas de feitiçaria.

O Chefe de Estado disse  aos Régulos que o seu objectivo é mudar a Guiné-Bissau e  que está mudança já começou em Bissau, que é a capital, e que  depois vai se estender para todo o país, garantindo-os de que, até o final deste ano, todo o país terá luz elétrica .

O Presidente da República manifestou na ocasião  o seu repúdio a  queimanças de lugares de culto, nomeadamente Balobas, frisando que ninguém tem direito de o fazer, uma vez que a Guiné-Bissau é um país laíco.

Pediu  aos Régulos para lutarem contra essa prática, uma vez que, na Guiné-Bissau, cada um é livre de praticar o culto  que desejar , segundo a sua fé.

“Os guineenses sempre conviveram em hermonia, eu tenho irmãos papeis e eu sou muçulmano, por isso, dou esta responsabilidade aos régulos para tratarem deste assunto que é tão delicado e por isso o Ministério do Interior deve descobrir os atores desta prática para responsabilizá-los”, disse.ANG/MSC/ÂC//SG

About The Author

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Publicidade

Videos Recentes

Loading...

Siga-nos

Abril 2024
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930