Select Page

 Angola/Cimeira Itália-África discute nova parceria 

 Angola/Cimeira Itália-África discute nova parceria 

 (ANG) – O desafio de lançar um novo caminho para que o continente africano deixe de ser um espaço de exploração, insegurança e migração em massa é um dos objetivos da Cimeira Itália-África, iniciada domingo, em Roma, com a participação de Angola.

No evento, em que participam vários Chefes de Estado e de Governo africanos, Angola está presente com uma delegação chefiada pelo ministro de Estado para a Coordenação Económica, José de Lima Massano, em representação do Presidente da República, João Lourenço, de acordo com uma nota de imprensa endereçada à ANGOP.

A nota refere que entre outros assuntos, o fórum está a discutir o “Plano Mattei”, avaliado anualmente em 2,8 milhões de euros  (1 euro equivale a Kz 900), que pretende “eliminar as causas que levam os emigrantes a abandonar as suas terras, raízes culturais e família para procurar uma vida melhor na Europa”.

O plano, com duração de quatro anos e atualizável e cofinanciado por vários países europeus, inicia este ano e serve para combater a preocupante propagação do radicalismo islâmico.

O mesmo foi apresentado numa conferência de imprensa do Conselho de Ministros pela primeira-ministra italiana, Giorgia Meloni, logo após a sua tomada de posse, em Outubro de 2022. 

O “Plano Mattei” tem, primordialmente, como áreas de ação a cooperação para o desenvolvimento, passando pela promoção de exportações e investimentos, educação e formação profissional, investigação e inovação, saúde, agricultura e segurança alimentar, abastecimento e exploração sustentável dos recursos naturais, proteção ambiental e luta contra as mudanças climáticas.

Além disso, aposta na modernização e no reforço das infraestruturas, incluindo as digitais, bem como a valorização e o desenvolvimento da parceria energética no domínio das fontes renováveis e o apoio ao empreendedorismo, em particular dos jovens e das mulheres.

Segundo o documento, com este evento, a Itália quer que as oportunidades económicas do “continente berço” sirvam aos africanos.

Cinquenta e sete delegações, incluindo líderes da União Europeia, representantes do Banco Mundial e de outras agências de desenvolvimento das Nações Unidas, entre outras entidades, estão presentes na cimeira, que tem como foco principal o “Plano Mattei”, em homenagem ao fundador da petrolífera italiana ENI, Enrico Mattei. ANG/Angop

About The Author

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Publicidade

Videos Recentes

Loading...

Siga-nos

Fevereiro 2024
D S T Q Q S S
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
2526272829