Select Page

 Angola manifesta disponibilidade de formar quadros das Forças Armadas da Guiné-Bissau

 Angola manifesta disponibilidade de formar quadros das Forças Armadas da Guiné-Bissau

(ANG) – O Chefe da Casa Militar da Presidência de Angola revelou a disponibilidade do Presidente João Lourenço de colaborar com o Estado guineense para formação dos quadros das forças armadas.

Para o efeito,  promete dar instruções aos responsáveis dos órgãos da defesa  para trabalharem sobre esse processo.

Francisco Pereira Furtado fez estas declarações, esta sexta-feira, à saída do encontro com o Presidente da República, Umaro Sissoco Embaló.

 Disse que o encontro teve dois propósitos: felicitar,  mais uma vez,  o Presidente da República e o povo guineense pelas comemorações do  quinquagéssimo aniversário da independência e o dia das forças armadas (FARP).

 O segundo é de transmitir a mensagem de João Lourenço ao seu homólogo guineense sobre a disponibilidade de Angola de reforçar, cada vez mais, os laços de cooperação e amizade com a Guiné-Bissau e colocar a disposição das Forças Armadas guineenses as  coondiçoes de formação nas diferentes academias e  institutos das Forças Armadas angolanas, para os três ramos das Forças Armadas.

Furtado disse ter informado ao Presidente da República Umaro Sissoco Embaló que os Ministérios da Defesa dos dois países vão trabalhar para formalizar esta intenção de formação dos quadros da Guiné-Bissau, como já tinham feito no passado, sublinhando que já têm alguma experiência daquilo que é a reforma do sistema da defesa e das forças armadas de Guiné-Bissau.

Disse que, na qualidade de chefe de Estado-maior General das Forças Armadas de Angola no passado,  trabalhou durante quadro anos, entre 2006 à 2010 com antigos Chefes de Estado-maior General da forças armadas da Guiné-Bissau, e nesta base visitaram Angola a seu convite os antigos chefes da armada guineense, Tagme Na Waie, Zamora Induta e Antonio Njai.

Francisco Pereira Furtado referiu que no quadro da cooperação, não só ao nível de CPLP, mais ao também ao nível bilateral, entre a Angola e  Guiné-Bissau, Angola manifesta essa disponibilidade de continuar a prestar toda a atenção e dar o apoio necessário para formação dos quadros  das forças armadas  guineenses. ANG/MI//SG

About The Author

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Publicidade

Videos Recentes

Loading...

Siga-nos

Maio 2024
D S T Q Q S S
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031