Select Page

CEDEAO/Antigo Presidente da Nigéria Yakubu Gowon pede levantamento de de sanções  contra Burkina Faso,  Guiné, Mali e Níger

CEDEAO/Antigo Presidente da Nigéria Yakubu Gowon pede levantamento de de sanções  contra Burkina Faso,  Guiné, Mali e Níger

(ANG) – O Ex-Chefe de Estado da República Federal da Nigéria e líder fundador sobrevivente da Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO), Yakubu Gowon, apela aos líderes da África Ocidental para que considerem, imediatamente, a implementação do levantamento de todas as sanções impostas ao Burkina Faso, à Guiné, ao Mali e  Níger.

O apelo foi feito através de uma “Carta Aberta” dirigida  aos Chefes de Estado e de Governo da CEDEAO, à que ANG teve acesso hoje.

 Yakubu Gowon pediu igualmente a retirada pelo Burkina Faso, Mali e Níger dos seus avisos para deixar a CEDEAO.

Na carta, o Ex. Chefe de Estado da Nigéria solicitou a  participação de todos os 15 Chefes de Estado da CEDEAO numa Cimeira para discutir o futuro da comunidade, a segurança e estabilidade regional, bem como o papel da comunidade internacional dado o atual contexto geopolítico.

“Tomei nota com profunda preocupação e tristeza dos desenvolvimentos passados ​​e recentes que se desenrolam na sub-região da África Ocidental, particularmente o pronunciamento do Burkina Faso,  Mali e do Níger da sua intenção de sair da Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO)”, disse na Carta.

Yakubu acrescenta  que, como um dos fundadores da  comunidade económica regional, cabe-lhe falar em nome dos 14 Chefes de Estado e de Governo que se juntaram a ele em Lagos, em 27 de Maio de 1975, para estabelecer a CEDEAO.

Diz que desde a  sua criação, o bloco regional alcançou uma série de realizações importantes, incluindo a liberalização do comércio, o direito dos africanos ocidentais de viverem legitimamente em qualquer país da Comunidade, bem como operações de manutenção da paz bem-sucedidas na Libéria e na Serra Leoa.

“A CEDEAO, apesar das suas deficiências, tornou-se um exemplo de integração regional para todo o continente”, disse Yakubu Gowon,

Afirmou que, tendo conseguido tudo o que foi dito acima, entristece-lhe saber que a CEDEAO está ameaçada pela desunião na sequência do anúncio por parte do Burkina Faso,  Mali e do Níger, três importantes Estados-Membros, da sua intenção de abandonar a Comunidade.

Afirma que  o impacto de tal decisão terá implicações de longo alcance para os cidadãos comuns que têm sido os principais beneficiários da integração regional.

“Portanto, em nome de todos os paises fundadores da Comunidade e em meu nome, exorto a Autoridade dos Chefes de Estado e de Governo da CEDEAO, incluindo os líderes do Burkina Faso, do Mali e do Níger, a porem de lado as suas diferenças e a se reunirem pela paz, estabilidade e prosperidade da nossa sub-região”, aconselhou.

O Ex-Chefe de Estado da Nigéria exorta na Carta a outros anciãos da região a se juntarem a ele nesta campanha para restauração imediata da unidade e o propósito partilhado dentro da CEDEAO.

“Permitam-me assegurar a todas as partes que estou pronto para novos compromissos para garantir que a nossa Comunidade permaneça unida”, disse.ANG/ÂC//SG

About The Author

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Publicidade

Videos Recentes

Loading...

Siga-nos

Abril 2024
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930