Select Page

Etiópia/União Africana condena bombardeamento contra um hospital em Gaza

Etiópia/União Africana condena bombardeamento contra um hospital em Gaza

(ANG) – O presidente da Comissão da União Africana (UA), Moussa Faki Mahamat, condenou na terça-feira o “bombardeamento israelita” contra um hospital na Faixa de Gaza, que terá provocado pelo menos 500 mortos.

“Não há palavras para expressar plenamente a nossa condenação ao bombardeamento israelita de um hospital em Gaza hoje (terça-feira), matando centenas de pessoas”, disse Mahamat numa mensagem publicada na rede social X (antigo Twitter).

O Egipto acusou Israel de bombardear deliberadamente o hospital, embora as autoridades israelitas neguem ter atacado o edifício e culpado grupos palestinos pelo massacre.

“Atacar um hospital, considerado um porto seguro ao abrigo do direito humanitário internacional, é um crime de guerra. A comunidade internacional deve agir agora”, acrescentou o responsável.

Pelo menos 500 pessoas terão morrido, segundo as autoridades palestinianas, após o bombardeamento do hospital Al Ahli, representando o maior massacre em Gaza das cinco guerras que ocorreram entre as milícias palestinianas e Israel desde 2008. É também o ataque com maior número de vítimas mortais cometido até agora desde que, em 07 de Outubro, o ataque surpresa do Hamas contra Israel desencadeou a atual guerra, que já causou mais de 3.000 mortos em Gaza e 1.400 mortes em território israelita. ANG/Angop

About The Author

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Publicidade

Videos Recentes

Loading...

Siga-nos

Abril 2024
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930