Select Page

Governo lança projeto de infraestruturação de polos de desenvolvimento da pesca artesanal no país

Governo lança projeto de infraestruturação de polos de desenvolvimento da pesca artesanal no país

(ANG) – O Primeiro-ministro Geraldo Martins procedeu sábado, em Bubaque, ao lançamento do projeto de criação e infraestruturação de polos de desenvolvimento da pesca artesanal no país, que deverá abranger Cacheu, Caio, Biombo, Bolama, Uracam, Buba e Cacine.

Em Bubaque, o antigo Centro de Pesca Artesanal, criado com a cooperação sueca é que funcionará como sede desse centro após obras de reabilitação.

“Hoje fizemos o lançamento da primeira pedra para a sua reabilitação, que dentro de pouco mais de 90 dias vai entrar em funcionamento”, garantiu.

O  Centro, tal como os restantes a serem instalados noutras sete localidades do país, vai ter a capacidade de armazenar 10 toneladas de pescado e produzir 10 toneladas de gelo por dia , um reservatório de combustíveis com capacidade de cinco mil litros, e ainda de uma loja para vende materiais de pescas.

Geraldo Martins disse que dez milhões de francos CFA serão disponibilizados como fundo de maneio, destinado a compra de peixe aos pescadores artesanais , que será depois vendido as mulheres .

O Primeiro-ministro destacou, na ocasião, a importância do sector das pescas na vida economia e social da população de Bubaque, região de Bolama Bijagós.

“Pois, não é por acaso que nos anos 70, o Governo da Guiné Bissau com apoio da cooperação Sueca construiu a referida infraestrutura, que apesar do seu estado de degradação, durante muito tempo dinamizou a economia do Bubaque”, salientou.

Disse que, com funcionamento do Centro, as mulheres vendedoras terão possibilidade de conservar o peixe.

Informou que, a iniciativa lançada em Bubaque faz parte de um projeto denominado de “projeto de criação e infraestruturação de polos de desenvolvimento de pesca artesanal, que abrange outras sete localidades do país, nomeadamente Cacheu, Caio, Biombo, Bolama, Uracam, Buba e Cacine.

Disse que os Centros terão as mesmas condições e capacidades e  que devem entrar em funcionamento dentro de 3 meses, informando que, de seguida vão ser construídos os  Cais para que os pescadores artesanais possam atracar em melhores condições.

Por outro lado, o chefe de Governo disse que estão a interagir com a população em relação as suas preocupações, relativamente a falta de transportes, estradas.

A propósito, Geraldo Martins declarou  que o Executivo não está em condições de fazer ou responder à todas as necessidades da população uma só vez, mas que vai providenciar para, à pouco e pouco, melhorar as condições de vida das populações.

Segundo Martins, O programa de governo contempla quatro motores de crescimento, a saber, agricultura e agroindústria, Pescas, Turismo e  Minas. “Nos quatro motores, o setor de Bubaque tem potencial em três, nomeadamente agricultura /agroindústria, Turismo e pescas”, salientou.

ANG/LPG/ÂC//SG

About The Author

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Publicidade

Videos Recentes

Loading...

Siga-nos

Maio 2024
D S T Q Q S S
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031