Select Page

Bissau acolhe IV reunião do Bureau da Câmara Consular Regional da UEMOA

Bissau acolhe IV reunião do Bureau da Câmara Consular Regional da UEMOA

(ANG) – A cidade de Bissau é palco entre os dias 7 e 8 do corrente mês, da IV reunião do Bureau da Câmara Consular Regional da União Económica e Monetária Oeste Africana(CCR-UEMOA), e que culminará com a  assunção da Guiné-Bissau à presidência da organização, por um período de três anos(2024/2027).

“Sinto-me particularmente satisfeito, por me dirigir à uma assembleia de altos representantes do sector privado da nossa comunidade”, enalteceu o ministro do Comércio, quando presidia a cerimónia de abertura do evento, em representação do Primeiro-ministro, Geraldo Martins.

Jamel Handem, disse na ocasião que a escolha da Guiné-Bissau à presidência da CCR-UEMOA, atesta não só a qualidade do mecanismo de promoção do sector privado do país, mas também e, sobretudo, uma prova de reconhecimento e consideração pelo atual Governo, que está decididamente, determinado a dar aos atores da economia guineense, o lugar que lhes é devido.

“Estou certo de que, este interesse no desenvolvimento do sector privado é, sem dúvida, amplamente partilhado pelas autoridades dos outros países membros da UEMOA”, sublinhou.

Com efeito, prosseguiu, a União depende fortemente do sector privado, porque estão convencidos de que é o motor de crescimento e  desenvolvimento.

“Gostaria  de assegurar a todos os Estados Membros da nossa União, a disponibilidade do Governo da Guiné-Bissau de prosseguir os seus esforços de promoção do sector privado da Comunidade”, frisou Jamel Handem.

Disse que a importância do sector privado está bem estabelecida, acrescentando que, com efeito, ela assegura cerca de 90 por cento do emprego nos países em desenvolvimento em geral e  particularmente nos  Estados da UEMOA.

O ministro do Comércio frisou que, as empresas privadas e as suas atividades lucrativas fornecem  bens e serviços essenciais que melhoram a vida das pessoas, geram receitas fiscais internas e são essenciais para estimular o crescimento económico.

“A Câmara Consular Regional da UEMOA, que reúne as organizações do sector privado da União é uma ferramenta poderosa ao serviço da integração regional e as suas ações diárias estão orientadas para a melhoria do clima de negócios no nosso espaço comunitário”, salientou Jamel Handem.

Por sua vez, o até então Presidente da Câmara Consular Regional da UEMOA(CCR-UEMOA), Daouda Coulibaly, fez uma declaração de despedida.

“reitero  os meus agradecimentos e a confiança, sobretudo pela vossa disponibilidade e a vossa implicação em todas as atividades da CCR-UEMOA ao longo do meu mandato”, disse.

Coulibaly deve em   Abril de 2024 passar o testemunho à uma nova equipa com a  Guiné-Bissau à testa para dirigir os destinos organização.

Disse que durante o seu mandato, de 2021-2024, interveio num contexto socioeconómico marcado por diversos esforços público-privado, em duplo plano nacional e regional, em prol do crescimento mais sólido e durável das economias fortemente atingidas pelos efeitos da pandemia da Covid-19.

ANG/ÂC//SG

About The Author

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Publicidade

Videos Recentes

Loading...

Siga-nos

Abril 2024
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930