Select Page

”Ministério continuará a trabalhar para atingir a educação de qualidade no país”, afirma DG do INDE

”Ministério continuará a trabalhar para atingir a educação de qualidade no país”, afirma DG do INDE

(ANG) – O director geral do Instituto Nacional para Desenvolvimento da Educação(INDE), disse que, o Ministério da Educação está e continuará a trabalhar para atingir a almejada educação de qualidade inclusiva e equitativa para todas crianças e jovens guineenses.

A revelação de Jorge Sanca foi feita sexta-feira na cerimônia de encerramento do seminário de capacitação Técnica Pedagógica de 100 professores afectos a Cooperativa Escolar São José de Jericó que decorreu de 04 à 15 do mês em curso.

Jorge Sanca, em representação do ministro da Educação Nacional, Ensino Superior e Investigação Ciêntífica,  disse na ocasião, que o professor continua a ser um elemento importante no processo do ensino e de aprendizagem, no qual tem a função não só de orientar o aluno na construção do conhecimento, no saber fazer e ser, mas também de dar sentido das aprendizagens do aluno na escola.

Acrescentou que o professor tem função de ajudar o aluno a desenvolver competências para realizar tarefas chaves nas suas aprendizagens futuras com sucesso e poder inserir da melhor forma na vida activa.

Para o efeito, de acordo com ele, é preciso que todas as instituições do ensino zelar pela elevação do nível científico pedagógico dos seus professores, através das formações continuas.

Por outro lado, Jorge Sanca exortou ao serviço de Inspeção do Ministério da Educação a trabalhar para no sentido de radicar a estratégia de castigo corporal para aprendizagem, que apesar de ser proibida há muito tempo ainda há professores que recorrem este método e outros tipos como estratégia de aprendizagem.

Revelou que no presente ano letivo, o Ministério prespectiva distribuição, na primeira fase, de novos manuais nas escolas públicas do primeiro ciclo nas regiões de Cacheu , Batata, Quinara e o Sector Autónimo de Bissau e na segunda fase será nas restantes regiões, incluindo escolas privadas.

Jorge Sanca apontou a produção de manuais para segundo ciclo do ensino básico e do ensino secundário e formação de professores como desafios.

“Estes objectivos serão concretizados paulatinamente com colaboração de todos os intervenientes do sector do ensino”, salientou.

Enquanto que, o Diretor Executivo da Cooperativa Escolar São José, Raul da Silva anunciou a criação do Instituto Politécnico de formação de professores do ensino básico e educação de infância na referida escola, por ser protagonista no desenvolvimento e formação do indivíduo, capaz de atuar num mundo em constante transformação.

O objetivo do seminário, de acordo com Raul da Silva é de elevar os níveis de aprendizagem, a inovação curricular e a introdução das novas tecnologias pedagógicas e administrativas, garantindo o pleno exercício do direito a educação, em articulação e colaboração com os parceiros, em benefício da sociedade, desenvolver, valorizar e incentivar, proporcionar os intervenientes a confiança mútua naquela instituição escolar.

Durante duas semanas os seminaristas discutiram e analisaram entre outros temas a Avaliação e reflexão sobre a situação interna da Cooperativa Escolar São José, Análise sobre diferentes tipos de metodologia do ensino e avaliação , Reforma Curricular do ensino básico pelo Instituto Nacional para o Desenvolvimento da Educação e Aplicabilidade do sistema nacional de avaliação, o Novo Código de Trabalho e Educação Financeira na escola. ANG/LPG

About The Author

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Publicidade

Videos Recentes

Loading...

Siga-nos

Fevereiro 2024
D S T Q Q S S
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
2526272829