Select Page

Desminagem/CAAMI relança actividades no país

Desminagem/CAAMI relança actividades no país

(ANG) – O Centro Nacional de Coordenação de Acção Anti-Mina(CAAMI), relançou hoje as actividades de desminagem no país, depois de ter sido declarado em 2012, que a Guiné-Bissau cumpriu com as suas obrigações, segundo o artigo 5º da Convenção de Otawa.

Ao presidir a cerimónia do relançamento das actividades de desminagem no país, a secretária de Estado dos Combatentes da Liberdade da Patria disse que o acto constitui mais um desafio para o Governo tendo em conta que elege o bem estar das populações.

“As pessoas vitimas de minas e outros engenhos explosivos, são os nossos irmãos e filhos. Portanto é um desafio para o executivo em prosseguir com esse trabalho de forma a ver se conseguiremos acabar com as minas semeadas no país desde a luta armada de libertação e na guera  de 7 de junho de 1998”, salientou.

Valentina Mendes sublinhou que é do conhecimento de todos, que já foi declarado o fim de minas na Guiné-Bissau, frisando que, foi um trabalho árduo feito pelos técnicos do CAAMI para permitir o país retomar os trabalhos de desminagem humanitária.

O director geral do CAAMI, afirmou na ocasião que, no ano 2012, todas as actividades ligadas à Desminagem Humanitária foram suspensas porque os parceiros internacionais que apoiavam o processo deixaram de financiar.

Nautam Mancabu frisou que, em Maio de 2020, foi retomado o programa de Desminagem Humanitária, reconduzido pelo CAAMI, com apoio incondicional da Secretaria de Estado dos Combatentes da Liberdade da Pátria, tendo em conta que, no país, continuava a registar acidentes dos engenhos explosivos nas diferentes comunidades.

“A ONG nacional Humaid, como tinha a parte remanescente do financiamento, decidiu prosseguir com a pesquisa não técnica, através da qual registar 9 tabancas perigosas confirmadas de contaminação e 43 consideradas perigosas suspeitas”, informou.

Aquele responsável disse que, na referida pesquisa, constatou-se algumas  tarefas pontuais a serem realizadas em parceria com o CAAMI, com destaque no último acidente verificado em 28 de janeiro de 2021, na secção de Buruntuma, no sector de Pitche, região de Gabú em qual atingiu mortalmente duas crianças, duas com ferimentos graves e 4 ligeiros.

Disse que, no dia 28 de fevereiro de 2023, foi reativada a reunião do Conselho Nacional de Desminagem Humanitária, órgão decisório do programa de Desminagem, constituída pela Primatura, alguns Ministérios, pela Comissão Especializada da ANP para área da Defesa e Segurança e Agências da ONU,ANG

About The Author

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Publicidade

Videos Recentes

Loading...

Siga-nos

Setembro 2023
D S T Q Q S S
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930