Select Page

PAI Terra Ranka e MADEM-G15 condenam invasão à Sede do PRS

PAI Terra Ranka e MADEM-G15 condenam invasão à Sede do PRS

(ANG) – A Coligação Plataforma  Aliança Inclusiva(PAI-Terra Ranka),  e o Movimento para Alternância Democrática(Madem G-15),  condenam a invasão à sede histórica do Partido da Renovação Social – PRS, no bairro de Kundoc, em Bissau, pelas Forças da Ordem.

Em Comunicado enviado à ANG, a Coordenação da PAI-Terra Ranka, diz condenar a invasão da sede do PRS pelas Forças da Ordem e consequentemente a intervenção , que consideram de “abusiva e brutal” contra  militantes que acabavam de cumprir um dever estatutário.

A PAI-Terra Ranka repudia ainda o que qualifca de mais um vil ingerência de regime de Úmaro Sissoco Embaló nos assuntos internos de um partido, que se rege pelos seus estatutos e regulamentos internos na convocação dos órgãos, neste caso a Comissão Política Nacional.

Responsabiliza as Forças da Ordem, por, sistematicamente, estarem a cumprir decisões ilegais a mando de uma oculta “Ordem Superior”.

A coligação liderada pelo PAIGC declarou  a sua solidariedade para com a atual Direcção interina do PRS, reconhecida, através dos órgãos estatutários, com competência para dirigir os destinos do Partido até ao congresso ordinário.

Por sua vez, o Movimento para Alternância Democrática(Madem G-15),   Partido liderado por Braima Camará responsabiliza o Governo de Iniciativa Presidencial, mais concretamente ao  Primeiro-ministro e ao ministro do Interior e da Ordem Pública, por essas “recorrentes e irresponsáveis violações”.

Apela ao Presidente da República, Umaro Sissoco Embaló, a assumir a sua responsabilidade, pelo facto de o presente Governo ser da sua exclusiva iniciativa”.

Exortou ainda ao Governo a retirar, imediatamente e sem quaisquer condições, as Forças da Ordem estacionadas na sede do Partido da Renovação Social, na residência do líder do PRS e nas respetivas imediações.

A sede histórica do Partido da Renovação Social(PRS)  foi cercada na manhã de segunda-feira pela polícia, com o objetivo  de inviabilizar a reunião da Comissão Politica Nacional do partido agendada pela direção liderada por Fernando Dias.

O grupo de Inconformados protesta a liderança interina de Fernando Dias. Exigiu a realização de um congresso para a legitimação da direção do partido não havendo resposta satisfatória decidiu convocar a reunião magna para Junho em curso.ANG/ÂC//SG

About The Author

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Publicidade

Anúncio – Participe do FGI

Videos Recentes

Loading...

Siga-nos

Junho 2024
D S T Q Q S S
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30