Select Page

Presidente da RENAJ pede ao Governo    medidas para diminuir consumo e tráfico de drogas do país

Presidente da RENAJ pede ao Governo    medidas para diminuir consumo e tráfico de drogas do país

(ANG) – O Presidente da Rede Nacional das Associações Juvenis da Guiné-Bissau (RENAJ-GB) exortou hoje o Governo no sentido de tomar as medidas necessárias para diminuir o consumo e tráfico de drogas no país, de forma a aumentar a segurança interna e se prevenir do aumento da  taxa de doença mental.

Abulai Djaura falava em conferência de imprensa, na qual defendeu a necessidade de as autoridades competentes combaterem o tráfico de drogas .

 “Quem sofre mais com as situações de instabilidade do país é a própria juventude. Assim sendo, nós na qualidade da organização que pauta pela defesa dos interesses dos jovens e adolescentes, temos a obrigação de preocupar com as situações anormais que acontecem na Guiné-Bissau”, manifestou Djaura.

Djaura acrescenta que nos  últimos anos tem sido verificado o aumento do consumo de drogas por jovens no país,  e admiti que a implicação da juventude não só para tráfico mas tambem para consumo de drogas poderá criar  problemas graves para a sociedade guineense no seu todo, se  algo não for feito para travar essa situação.

Abulai sublinhou que, atualmente, muitos jovens não têm  emprego devido a incapacidade do Governo de empregar todos e também devido a falta de empresas privadas no país, mas diz acreditar que , havendo segurança e estabilidade interna, os investidores terão a coragem de se estabelecer no país  e proporcionar emprego para mais  pessoas.

“A falta de ocupação cria maus vícios, as vezes, porque muitos acabam por entrar na prostituição e consumo de drogas”, disse .

O presidente da RENAJ ainda apelou ao Governo para  criar um fundo soberano  que possa financiar projetos de jovens empreendedores, com a finalidade de empregar outras pessoas também.

Djaura disse que o refúgio da camada juvenil à emigração verificado nos últimos tempos na Guiné-Bissau se deve a dificuldade que muitos enfrentam .

“Se houver a paz, segurança e progresso no país  com certeza muitos voltarão, uma vez que  a dificuldade de vida no estrangeiro é imensa”, disse Djaura.

ANG/AALS/ÂC//SG

About The Author

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Publicidade

Videos Recentes

Loading...

Siga-nos

Maio 2024
D S T Q Q S S
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031