Select Page

/RENLUV capacita mais de uma dúzia de pessoas com Albinismo em matéria dos direitos humanos

/RENLUV capacita mais de uma dúzia de pessoas com Albinismo em matéria dos direitos humanos

(ANG) – A Rede Nacional de Luta Contra a Violência  no Género  e na Criança (RENLUV) capacita mais de uma dúzia de membros da Associação Amigos das Pessoas com Albinismo(AAPA), em matéria dos Direitos Humanos, de 23 à 27 do mês em curso.

Na cerimônia de abertura do curso, o Presidente da Comissão Nacional dos Direitos Humanos, Fodé Mané  saudou a iniciativa, e disse que  ninguém pode defender sozinho seus direitos .

Mané acrescentou  que os albinos na Guiné-Bissau são pessoas normais, sem nenhuma  amputação de órgãos.

 A formação se realiza no quadro de uma parceria  entre a RENLUV e a Casa dos Direitos, com apoio do Fundo das Nações Unidas para a População  (FUNAP).

O representante da RENLUV na cerimónia de abertura do curso ,Gueri Gomes  Lopes sublhinha  que o Estado tem a responsabilidade de criar condições para que cada portador de Albinismo possa  usufruir do seu direito, e diz que  pessoas com Albinismo acabam sempre por serem excluídas.

Apontou como  exemplo, o Presidente da Associação dos Albinos que é professor, mas que foi  colocado numa zona de temperatura ambiental   muito alta , pelo não consegue suportar o calor.

“Felizmente, no nosso país não existe situações que ocorram noutros países, em que se põe em causa a vida de   pessoas albinas”, disse Lopes

Durante a formação os mais de uma dúzia de albinos da Guiné-Bissau vão aprender como trabalhar  com as autoridades para a sensibilização da socieade sobre os seus direitos, vão debater sobre os preconceitos que levam a  comportamentos nocivos contra albinos e a necessidade de mudança de comportamentos em relação à pessoas albinas.

 A formação, segundo o presidente da Associação de Amigos com Albinismo,Jerónimo Joaquim Gomes, tem como objetivo contribuir para a promoção dos Direitos Humanos, combate a violência e  descriminação de pessoas com Albinismo.

Jerónimo  Gomes disse esperar que depois desta formação  o governo elabore uma lei que  proteja as pessoas com Albinismo na Guiné-Bissau.

ANG/JD/AC//SG

About The Author

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Publicidade

Videos Recentes

Loading...

Siga-nos

Março 2024
D S T Q Q S S
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31