Select Page

Presidente da República promete “prisão” à qualquer pessoa que tomar o dinheiro do Estado  

Presidente da República promete “prisão” à qualquer pessoa que tomar o dinheiro do Estado  

(ANG) –  O Presidente da República,Umaro Sissoco Embaló afirmou que qualquer pessoa que tomar o dinheiro do Estado será metida na prisão, tendo elegido o ano 2024, como de disciplina, de rigor e de luta contra a corrupção.

 O chefe de Estado falava segunda-feira durante um almoço de confraternização com as chefias militares das Forças de Defesa e Segurança, realizada no Estado Miaor General das Forças Armadas.

O Presidente da República qualificou de uma pena o que aconteceu recentemente, no caso 30 de Novembro e 1 de Dezembro de 2023, tendo questionado de como  é possível que as pessoas tenham sido detidas por terem cometido algum erro pareçam uns marginais que foram libertá-las.

“Considero essas pessoas de marginias porque os militares, não têm este tipo de comportamento de ir violar as celas para retirarem os presos”, afirmou.

Umaro Sissoco Embalo sublinhou que, não se pode impedir nenhuma tentativas de golpes de Estado, tendo avisado que nenhuma tentativa de alteração da ordem constitucional pela via das armas vai consumar-se, enquanto estiver como chefe de Estado da Guiné-Bissau.

O chefe de Estado disse que, as forças armadas não podem permitir que um dos seus elementos esteja a destabilizar o país sistematicamente.

“A Guiné-Bissau é um país de gente séria e de homens e mulheres bons. A Guiné é o único país do mundo em que, quando uma pessoa é presa por ter cometido um erro, levantam-se as vozes para dizerem que o fulano não pode ser detido. Mas porquê?”, questionou.

 Apelou às chefias militares e paramilitares para ajudarem no trabalho da reconstrução da Guiné-Bissau. 

O Presidente da República recordou que várias vezes mandou as Forças de Defesa e Segurança para retirar os lixos das ruas, mas depois de algumas horas via-se novamente lixos aglomerando nas ruas o que, no seu entender, é uma indisciplina que deve acabar.

Embaló lembrou que várias vezes mandou as forças de defesa e segurança para retirar o lixo das ruas, mas depois de algumas horas via-se novamente lixo aglomerando nas ruas o que, no seu entender, é uma indisciplina que deve acabar.

Apelou às chefias militares e paramilitares para ajudarem no trabalho da reconstrução da Guiné-Bissau. 

Por sua vez, o porta voz do Estado Maior General das Forças Armadas, Samuel Fernandes, realçou o trabalho feito para melhorar o sistema de saúde militar que agora tem maior e melhor assistência médica e medicamentosa para os militares e a população em geral que procura aquele serviço.

Disse que, a nível da formação conseguimos enviar estudantes militares para o Reino de Marrocos em diferentes especialidades, para a República Popular da China, depois de um interregno de quase três anos, devido a pandemia de Covid-19.

“Enviamos estudantes para Senegal, Portugal e em janeiro, um número significativo de estudantes militares vai para a Federação da Rússia, onde neste momento temos mais de uma centena dos nossos camaradas a estudarem nos diferentes estabelecimentos de ensino militares.ANG/ÂC

About The Author

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Publicidade

Videos Recentes

Loading...

Siga-nos

Março 2024
D S T Q Q S S
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31